Cineclube Julho

junho 20, 2014 | Sem categoria

Confira a programação dos cineclubes no mês de Julho.
As sessões ocorrem de segunda a sexta, exceto feriados e jogos do Brasil na Copa, às 19h.

Curta o gênero, Trans LúcidixDia 1, terça, CURTA O GÊNERO

Tubarão, de Leo Tabosa. 13 min. Livre.
As dificuldades de um estrangeiro em adaptar-se à sua nova realidade.
Rótulo, de Felipe Cabral. 12 min. Livre.
Bi, hétero, gay, qual a necessidade de se rotular nossa sexualidade?
Através, de Amina Jorge. 10 min. Livre.
Enquanto retocam a tatuagem, lá fora Marcinha faz 12 anos.
Arroz, feijão e lasanha, de Paulo Vidiz. 10 min. Livre.
O que esconde uma vila no interior de uma metrópole?
Trans* Lúcidix (foto), de Tamíris Spinelli. 11 min. Livre.
Ensaio cinematografico que busca expandir o olhar sobre corpos de transexuais, aprofundando-se nas subjetividades que transformam a matéria-corpo.
Convidada: Miriam Grossi, professora da UFSC e Marie-Hélène Bourcier, professora da Université de Lille II.

Curta o gênero, A escolha de SophiaDia 2, terça, CURTA O GÊNERO

O melhor amigo, de Allan Deberton. 17 min. Livre.
Sábado, primeiro dia de férias. Lucas e Felipe decidem ir a praia.
Esta é a minha vida, de Lucas Martins. 15 min. Livre.
Um pouco da realidade de pessoas que sofrem algum tipo de preconceito por suas escolhas afetivas, como elas vivem e quem são os tipos de pessoas com quem se relacionam.
O segredo dos lírios, de Bruno Kirsch. 16 min. Livre.
Três mães e amor que supera o incomum.
Dentro, de Bruno Autran. 15 min. Livre.
Na casa da praia dos pais, a chegada inesperada de um rapaz o faz perceber que a pior ferida é aquela que te consome por dentro.
Ontem à noite, de Henrique Oliveira. 22 min. Livre.
História de dois personagens que aparentemente ocupam espaços e posições contrapostas, mas que se tocam pelo viés do desejo.
A escolha de Sophia, de Xandra Stefanel. 11 min. Livre.
A Escolha de Sophia é um documentário sobre um jovem brasileiro que encontrou em Montreal a possibilidade de se tornar mulher.
O olho e o Zarolho, de Juliana Vicente e René Guerra. 17 min. Livre.
Matheus tem duas mães. Sua mãe número 1 entra em crise ao ver os seus desenhos. O Olho e o Zarolho é uma fábula sobre a família moderna.

Edukators2Dia 3, quinta-feira, IMAGENS POLÍTICAS

Edukators
(Die fetten Jahre sind vorbei)
De Hans Weingartner. Alemanha/Áustria, 2004. 127 min. Drama. 14 anos.
Com Daniel Brühl, Julia Jentsch, Stipe Erceg.
Três jovens ativistas invadem mansões, trocam móveis e objetos de lugar e espalham mensagens de protesto.
Convidada: Tereza Mara Franzoni e Pedro Martins, professores de Artes Cênicas da Udesc.

A França2Dia 7, segunda, CINE FRANCÊS

A França
(La France)
De Serze Bozon. França, 2007. 102 min. Drama. Livre.
Com Guillaume Depardieu, Pascal Greggory, Sylvie Testud.
Camille decide se disfarçar de homem para encontrar seu marido no front de guerra.

 

Pérfida2Dia 9, quarta-feira, ART 7 Mostra William Wyler

Pérfida
(The Little Foxes)
De William Wyler. EUA, 1941. 116 min. Drama. 14 anos.
Com Bette Davis, Herbert Marshal, Teresa Wright.
Matriarca ambiciosa, em busca de poder e riqueza, não se importa em passar por cima do marido e até da filha para atingir seus objetivos.

Eu sou de lá

Dia 10, quinta-feira, SESSÃO PREMIADA

Eu sou de lá
De Sansara Buriti. Brasil, 2014. 25 min. Documentário. Livre.
A mudança para um novo bairro faz uma jornalista perceber a existência de uma comunidade de universitários africanos vivendo perto de sua casa na cidade de Florianópolis.
Convidada: Sansara Buriti e equipe

 

A caça3

Dia 11, sexta-feira, SESSÃO DIVÃ

A caça
(Jagten)
De Thomas Vinterberg. Dinamarca, 2012. 115 min. Drama. 14 anos.
Com Mads Mikkelsen, Thomas Bo Larsen, Annika Wedderkopp.
Lucas, professor do jardim de infância, é injustamente acusado de agressão sexual e passa a ser alvo de perseguição por toda a comunidade.
Convidados: Isabela Karina Santos, psicanalista, e Juliano Keller do Valle, advogado e professor da Univali.

Estrela solitária3

Dia 14, segunda-feira, CINE ALEMÃO

Estrela solitária
(Don’t come knocking)
De Wim Wenders. França/EUA/Alemanha, 2005. 122 min. Drama. 10 anos.
Com Sam Shepard, Jessica Lange, Tim Roth.
Ex-protagonista de filmes westerns, vive agora de papéis secundários e leva uma vida afogado em álcool, drogas e jovens mulheres.

O céu sobre os ombros

Dia 15, terça-feira, CINE SESC, Brasil Contemporâneo

O céu sobre os ombros
De Sérgio Borges. Brasil, 2010. 72 min. Documentário. 16 anos.
Relato sobre o cotidiano de três personagens de classe média de Belo Horizonte: um transexual, um operador de telemarketing hare krishna e um escritor congolês.

 

 

Sublime tentação3

Dia 16, quarta-feira, ART 7 Mostra William Wyler

Sublime tentação
(Friendly Persuasion)
De William Wyler. EUA, 1956. 137 min. Drama. 14 anos.
Com Gary Cooper, Dorothy McGuire, Anthony Perkins.
Na década de 1860, após a Guerra Civil Americana, família de quakers é perseguida por tropas sulistas.

 

Diários daltônicos, de Patricia Monegatto

Dia 17, quinta-feira, SESSÃO PREMIADA

Diários daltônicos
De Patrícia Monegatto. Brasil, 2013. 17 min. Documentário. Livre.
Cinco personagens descrevem – como num diário – seus olhares daltônicos de um mundo colorido.
Convidada: Patrícia Monegatto e equipe.

 

 

Anticristo2

Dia 18, sexta-feira, PSICANÁLISE VAI AO CINEMA

Anticristo
(Antichrist)
De Lars von Trier. Dinamarca, 2009. 108 min. Drama. 18 anos.
Com Willem Dafoe, Charlotte Gainsbourg, Storm Acheche Sahlstrøm.
Um casal de luto se retira para sua isolada cabana na floresta a fim de superar a morte do filho.
Convidado: Leonardo Scofield, psicanalista.

p2Dia 21, segunda-feira, CINE FRANCÊS

Poderá ser amor?
(Je crois que je l’aime)
De Pierre Jolivet. França, 2007. 90 min. Comédia dramática. Livre.
Com François Berleand, Sandrine Bonnaire, Vincent Lindon.
Atraído por uma mulher, industrial pede ao detetive de sua empresa que investigue a vida da moça.

 

Trabalhar cansaDia 22, terça-feira, CINE SESC, Brasil Contemporâneo

Trabalhar cansa
De Marcos Dutra, Juliana Rojas. Brasil, 2011. 99 min. Drama. 16 anos.
Com Helena Albergaria, Marat Descartes, Naloana Lima.
Mulher abre um minimercado e tudo vai bem até seu marido perder o emprego. A partir de então estranhos acontecimentos tomam conta do relacionamento do casal com a empregada doméstica.

Da terra nascem os homens2Dia 23, quarta-feira, ART 7 Mostra William Wyler

Da terra nascem os homens
(The Big Country)
De William Wyler. EUA, 1958. 165 min. Drama. 14 anos.
Com Gregory Peck, Jean Simmons, Carroll Baker.
Capitão da marinha aposentado chega ao Texas para se casar. Sua conduta gera antipatia nos rancheiros e seu chefe torna-se seu rival.

AndarilhoDia 24, quinta-feira, ESTREIA

Andarilho – O buscador
De Jurandir Lisboa. Brasil, 2014. 13 min. Drama. Livre.
Com Mhanoel Mendes.
Retrata as vivências e a perspectiva de uma jornada pela região sul do Brasil do ponto de vista de um andarilho.
Convidado: Mhanoel Mendes, psicólogo.

 

Casablanca2Dia 25, sexta-feira, CINEMA, CHÁ E CULTURA

Casablanca
De Michael Curtiz. EUA, 1942. 102 min. Drama. 12 anos. Com Humphrey Bogart, Ingrid Bergman, Paul Henreid.
Durante a 2ª Guerra Mundial, dono de um bar em Marrocos encontra com a mulher com quem tivera um amor interrompido inesperadamente há algum tempo, em Paris.
Convidada: Gizely Cesconetto, cineclubista e professora de artes.

Edifício Yacoubian3Dia 28, segunda-feira, CINE ÁRABE

Edifício Yacoubian
(Omaret yakobean)
De Marwan Hamed. Egito, 2006. 161 min. Drama. 14 anos.
Com Adel Imam, Nour El-Sherif, Youssra.
Corrupção política, organizações islâmicas, rupturas sociais, ausência de liberdade sexual e nostalgia do passado estabelecem o cenário de um Egito moderno.

No olho da ruaDia 29, terça-feira, CINE SESC, Brasil Contemporâneo

No olho da rua
De Rogério Corrêa. Brasil, 2010. 100 min. Drama. 14 anos.
Com Murilo Rosa, Gabriela Flores, Leandro Firmino.
Após trabalhar 20 anos na mesma fábrica, metalúrgico é demitido. Sem perspectivas, luta para não perder a única coisa que lhe restou: a dignidade.
Convidada: Marta Machado, professora da UFSC.

InfâmiaDia 30, quarta-feira, ART 7 Mostra William Wyler

Infâmia
(The Children’s Hour)
De William Wyler. EUA, 1961. 107min. Drama. 16 anos.
Com Audrey Hepburn, Shirley MacLaine, James Garner.
Duas professoras de uma escola particular são acusadas por uma aluna de manter uma relação amorosa.

 

Ou tudo, ou nada3Dia 31, quinta-feira, O filme que eu gostaria de ter feito

Ou tudo, ou nada
(The Full Monty)
De Peter Cattaneo. Reino Unido, 1997. 91 min. Comédia. 14 anos.
Com Robert Carlyle, Tom Wilkinson, Mark Addy
Seis homens da indústria metalúrgica desempregados criam seu próprio show de striptease.
Convidado: Alexandre Linck, doutorando em Literatura na UFSC.

Tags:

Deixe seu comentário

Blogspot Twitter