Corpo e mutilação são tema de exposição na Fundação Badesc

Janeiro 28, 2015 | Sem categoria

Disability 4

Adriana Maria dos Santos relaciona estados de corpo e alma na mostra Disability

 

Linhas e formas compõem as pinturas de Adriana Maria dos Santos na exposição Disability, que abriu em 05 de fevereiro, quinta-feira, às 19h, no Espaço 2 da Fundação Cultural Badesc.

Buscando relacionar os estados do corpo, a artista trabalha com a deficiência e tensão entre os meios externos e internos, relacionando as mutilações com os estados da alma e trabalhando com a impotência do corpo em ser completo, ou seja, aceitar a fragmentação como potência.

“O corpo vem sendo pensado em meu trabalho como meio de dissolução de sentimentos e humores traduzidos pela ação de massas de tinta, linhas e sobreposições que remetem a sentimentos afetivos mal digeridos ou que já não possuem condição ou disposição de serem sustentados”, retrata a artista.

Disability, cujo título deu nome a proposta de doutorado de Adriana, além de repensar a ação do corpo e a dissolução dos sentimentos, traz figuras da iconografia pop que retratam de forma diferenciada a leitura do corpo transgressor.

Adriana Maria dos Santos nasceu em Rio do Sul (SC) e tem doutorado em teatro pela Universidade de Estado de Santa Catarina (Udesc). Mora em Florianópolis, é artista plástica e professora no Centro de Artes da Udesc.

 

 

O quê: exposição Disability, de Adriana Maria dos Santos. Quando: visitação até 06 de março, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h. Onde: Fundação Cultural Badesc. Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis. Fone 3224-8846. Quanto: gratuito.

Tags:

Deixe seu comentário

Blogspot Twitter