Cineclube apresenta curtas-metragens experimentais

abril 28, 2017 | CINECLUBE

18156400_1276143679171040_2365493778746762697_oNo dia 5 de maio, sexta-feira, às 19h, o Cineclube da Fundação Cultural Badesc exibe Pontilhismo e Meu Pai Adonai, dois curtas de realizadores de Florianópolis que trazem um olhar experimental em sua foma.

 

Como a técnica de pontilhismo usada nas pinturas do impressionismo francês, o filme Pontilhismo, do diretor Eduardo Ceron, busca compor uma forma através de pontos luminosos em movimento. Um diálogo entre cinema e pintura que permite um olhar renovado sobre o real.

 

O filme de Luiz F. F. Machado, em sessão de pré-estreia, apresenta a história de Adonai, um dos maiores jogadores brasileiros de futebol que no auge de sua carreira, atuando pelo Juventus, envolveu-se com a máfia italiana e com o desenfreado consumo de drogas. Adonai terminou sua vida vendendo lanches num trailer em Veneza na Praça de San Marco.

 

Após a exibição dos filmes, haverá debate com os diretores. A entrada é gratuita.

 

 

Os diretores

Eduardo Ceron é artista visual e estudante de Cinema, já trabalhou como diretor de fotografia, diretor e tatuador.

Luiz é produtor audiovisual da Central Única das Favelas (Cufa/Laguna), diretor executivo da Companhia Boanova de Cinema Regional e empreendedor da Estética da Sopa de Pedra.

 

 

Serviço:

O que: Exibição do curta-metragem Pontilhismo e pré-estreia do curta Meu Pai Adonai
Quando: 5 de maio de 2017, sexta-feira, às 19h
Local: Fundação Cultural Badesc – Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis – telefone: (48) 3224-8846
Entrada gratuita

Tags:

Deixe seu comentário

Blogspot Twitter