Empilhamento Máximo abre dia 5 de abril na Fundação Badesc

abril 2, 2018 | CULTURA, EXPOSIÇÕES

Abre na quinta-feira, 5 de abril, às 19h, na Fundação Cultural Badesc, a exposição Empilhamento Máximo de Gabi Bresola, que apresenta fotografias, um objeto e um texto empilhado, composto por palavras-chave da história do livro no Brasil. A entrada é gratuita e fica aberta para visitação até o dia 3 de maio.

A exposição traz uma sequência de fotografias sobre o excesso e escassez, um re-livro – objeto feito com páginas de aparas de notas fiscais de uma editora e livros destruídos. “São mais de 400 notas e livros que foram transformados novamente em papel, como um livro de páginas em branco, um totem da precariedade que conduz ao acúmulo e ao abismo entre quem faz livro e quem o lê”, afirma.

A artista explica que os trabalhos surgiram durante suas últimas pesquisas e a partir de um processo pessoal de estar dentro de uma editora de livros comerciais, de estar editando publicações de artista e procurando saber onde inicia a história de se fazer livro no Brasil e como isso se dá até hoje. “Nesse conjunto, o que está empilhado em palavras e imagens sugere diferentes representações da figura do livro: o objeto de abrigo e registro da história, do temor da perda e, paradoxalmente, um produto de reprodução mecânica de proliferação que não escapa do sistema comercial, e muito por isso vira apara”, comenta Gabi.

Gabi Bresola é produtora cultural e editora. Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade do Estado de Santa Catarina (PPGAV \ Udesc), pesquisa publicações de artista e a edição como uma prática artística.

Serviço
O que: Abertura exposição Empilhamento Máximo, de Gabi Bresola.
Quando: 5 de abril, quinta-feira, às 19h. Visitação até 3 de maio
Local: Fundação Cultural Badesc – Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis – telefone: (48) 3224-8846
Entrada gratuita

 

Tags:

Deixe seu comentário

Blogspot Twitter