CINECLUBE 2018

Julho

 

CINE AFRICANO

Dia 02, segunda-feira, às 19h

Njinga, rainha de Angola

De Sérgio Graciano. Angola. 2013. 109 min. Drama. 12 anos. Com Lesliana Pereira, Sílvio Nascimento e Rui Paulo.

Nzinga é testemunha do crescente domínio português e da perda de soberania dos povos. Após quatro décadas de conflito os portugueses a reconhecem como a rainha de Matamba e Ndongo.

Mediação: Prof. Dr. Sílvio Marcus de Souza Correa (LEHAf/UFSC).

CINESESC

Dia 03, terça-feira, às 19h

Abril e o mundo extraordinário

(Avril et le monde truqué) de Christian Desmares e Franck Ekinci. França, Bélgica, Canadá. 2015. 105 min. Animação. Sem classificação.

Na França, ainda em um estado atrasado de desenvolvimento, pessoas desaparecem misteriosamente sem que ninguém saiba por qual motivo.

ART 7: SHERLOCK HOLMES NO CINEMA

Dia 04, quarta-feira, às 19h

Sherlock Holmes em Washington

(Sherlock Holmes in Washington) de Ray Willian Neill. EUA. 1943. 71 min. Policial/Suspense. Sem classificação. Com Basil Rathbone, Nigel Bruce e Marjorie Lord.

Pela primeira vez, Holmes e Watson são chamados para solucionar um caso longe das suas locações habituais, as ilhas britânicas.

MOSTRA DE CINEMA CATÁSTROFE

Dia 05, quinta-feira, às 19h

Inferno na Torre
(The Towering Inferno) de John Guillermin. EUA. 1974.  165 min. Ação/Drama/Thriller. 14 anos. Com Paul Newman, Fred Astaire e Steve McQueen.

Na noite de inauguração de um prédio comercial, um incêndio gigantesco ameaça destruir o edifício e matar a todos os convidados.

SESSÃO DIVÃ

Dia 06, sexta-feira, 19h

Persona

De Ingmar Bergman. Suécia. 1966. 85 min. Drama. 14 anos. Com Bibi Anderson, Liv Ullmann e Margaretha Krook.
Uma atriz teatral de sucesso sofre uma crise emocional e uma enfermeira é designada a cuidar dela em uma casa reclusa, perto da praia, onde as duas permanecem sozinhas.

Mediação: psicanalistas Maria Holthausen e Taoana Padilha.

CINE FRANCÊS AF

Dia 09, segunda-feira, 19h

Toril

De Laurent Teyssier. França. 2016. 84 min. Drama. Sem classificação. Com Bernard Blancan, Karim Leklou e Vincent Rottiers.

Philippe é filho de um fazendeiro e vive entre dois mundos: do tráfico e da agricultura familiar.

INFÂNCIA, CULTURA E ARTE
Dia 10, terça-feira, 19h
Campo Grande
De Sandra Kogut. Brasil. 2016. 108 min. Drama.  14 anos. Com Carla Ribas, Rayane do Amaral e Ygor Manoel.

Uma mulher da Zona Sul do Rio de Janeiro encontra duas crianças na sua porta e decide ajudá-los a encontrar sua família.

Mediação: Núcleo Infância, Cultura, Comunicação e Arte (NICA/UFSC).

ART 7: SHERLOCK HOLMES NO CINEMA

Dia 11, quarta-feira, às 19h

Névoas do terror

(A study in terror) de James Hill. Reino Unido. 1965. 95min. Drama/Terror. Sem classificação. Com John Neville, Donald Houston e John Fraser.

Sherlock Holmes e Dr. Watson juntam-se para resolver uma série de assassinatos, até descobrirem que as pistas levam ao assassino em série, Jack, o estripador.

MOSTRA DE CINEMA CATÁSTROFE

Dia 12, quinta-feira, às 19h

O destino de Poseidon

(The Poseidon adventure) de Ronald Neame. EUA. 1972. 117 min. Ação/Drama. Livre. Com  Gene Hackman, Ernest Borgnine e Shelley Winters.

Um terremoto submarino produz uma onda gigantesca que vira o transatlântico de luxo Poseidon, deixando apenas 10 sobreviventes.

PSICANÁLISE VAI AO CINEMA

Dia 13, sexta-feira, às 19h

A separação

(Jodaeiye Nader az Simin) de Asghar Farhadi. Irã. 2012. 123 min. Drama. 12 anos. Com Leila Hatami, Peyman Moaadi e Shahab Hosseini.

Alguns (des)encontros atravessados pelo acaso e pelo amor deixam suas marcas em duas famílias quando a tradição não oferece mais garantias.

ART 7: SHERLOCK HOLMES NO CINEMA

Dia 16, segunda-feira, às 19h

Visões de Sherlock Holmes

(The Seven-per-cent solution) de Herbert Ross. EUA. 1976. 113min. Policial/Aventura. Sem classificação. Com Alan Arkin, Vanessa Redgrave e Robert Duvall.

Sherlock Holmes tem alucinações em decorrência de seu vício em drogas. preocupado com seu estado, seu amigo Watson contrata Sigmund Freud para analisar a mente do detetive.

IMAGENS POLÍTICAS

Dia 17, terça-feira, às 19h

O mestre e o divino

De Tiago Campos. Brasil. 2013. 85min. Documentário. Livre.

Dois cineastas retratam a vida numa aldeia em Mato Grosso, um velho missionário alemão e um jovem cineasta xavante.

ART 7: SHERLOCK HOLMES NO CINEMA

Dia 18, quarta-feira, às 19h

Sherlock: A noiva abominável

(The abominable bride) de Douglas Mackinnon. Reino Unido. 2016. 89 min. Policial/Suspense. Sem classificação. Com Benedict Cumberbatch, Martin Freeman e Adam Greaves-Neak.

Dos nevoeiros do distrito de Limehouse às entranhas de uma igreja em ruínas, Holmes e Watson devem usar toda a sua astúcia para combater um inimigo aparentemente de além-túmulo.

MOSTRA DE CINEMA CATÁSTROFE

Dia 19, quinta-feira, às 19h

Aeroporto

(Airport) de George Seaton. EUA. 1970. 115 min. Ação/Drama. 12 anos. Com Burt Lancaster, Dean Martin e George Kennedy.

Um piloto tenta um pouso forçado frente à ameaça de um psicopata em explodir o avião enquanto uma grande nevasca atrapalha o funcionamento do aeroporto.

GRANDES DIRETORAS

Dia 20, sexta-feira, às 19h

Turista espacial

(La belle verte) de Coline Serreau. França. 1996. 89 min. Comédia. Sem classificação. Com Coline Serreau, Vincent Lindon e James Thiérrée.

Como parte de uma coalizão intergalática, Mila, uma extraterrestre de 150 anos e cinco filhos, vem à Terra para trazer uma mensagem de harmonia com a natureza para o único planeta considerado pelo grupo como incorrigível.

CINE DELAS [FLORIPA]

Dia 23, segunda-feira, às 19h

Construindo pontes

De Heloísa Passos. Brasil. 2017. 73 min. Documentário. 10 anos.

As conversas de Heloisa e Álvaro, pai e filha, transbordam com a chegada inesperada de acontecimentos políticos atuais que dividem o país e reforçam as posições antagônicas dos personagens.

Mediação: Rosângela de Souza (advogada e ativista de direitos humanos, membro da Comissão da Verdade da OAB/SC e da Comissão da Verdade /SC).

ESTREIA

Dia 24, terça-feira, às 19h

Fluir: o devir da autopoiese

De Lesly Monrat. Brasil. 2018. 91 min. Documentário. Livre.

Doze famílias voluntárias participaram com vídeos caseiros, captados pelas câmeras dos seus celulares, compõem uma narrativa cativante e real das certezas e angústias do caminho da livre aprendizagem.

ART 7: SHERLOCK HOLMES NO CINEMA

Dia 25, quarta-feira, às 19h

Sr. Sherlock Holmes

(Mr. Holmes) de Bill Condon. EUA. 2015. 104 min. Policial/Drama. Sem classificação. Com Ian McKellen, Laura Linney e Milo Parker.

Sherlock está com 93 anos e mesmo lidando com a deterioração de sua mente por causa da idade, continua obcecado com um caso que nunca conseguiu decifrar.

MOSTRA DE CINEMA CATÁSTROFE

Dia 26, quinta-feira, às 19h

O dirigível Hindenburg

(The hindenburg) de Robert Wise. EUA. 1975. 125 min. Drama/Catástrofe. Sem classificação. Com George C. Scott, Anne Bancroft e William Atherton.

Em 1937, o dirigível Hindenburg, um dos símbolos do poderio nazista, pega fogo a caminho dos Estados Unidos e a maioria de sua tripulação sobrevive.

DOCUMENTÁRIO HISTÓRICO

Dia 27, sexta-feira, às 19h

Brasília, contradições de uma cidade nova

De Joaquim Pedro de Andrade. Brasil. 1967. 23 min. Documentário. Livre.

Entrevistas com diferentes habitantes da capital federal a partir do questionamento: uma cidade planejada em nome da democratização e do desenvolvimento, reproduz a desigualdade social presente na sociedade brasileira?

 

Brasília segundo Feldman

De Vladimir Carvalho. Brasil. 1979. Brasil. 20 min. Documentário. Sem classificação.

Em visita a Brasília durante sua construção, o designer Eugene Feldman documentou a precariedade da segurança dos trabalhadores em decorrência do ritmo acelerado das obras.

 

FOCO EM CINEMA

Dia 30, segunda-feira, às 19h

As aventuras de Hajji Baba

(The adventures of Hajji Baba) de Don Weis. EUA. 1954. 94 min. Ação/Aventura. Sem classificação. Com John Derek, Elaine Stewart e Thomas Gomez.

Em Ispahan (Pérsia), um barbeiro está deixando a loja de seu pai para encontrar uma grande fortuna, enquanto a Princesa Fawzia tenta informar ao pai sobre o casamento de um príncipe conhecido.

Mediação: Bruno Andrade (crítico de cinema).

FOCO EM CINEMA

Dia 31, terça-feira, às 17h

O tigre de bengala

(Der Tiger Von Eschnapur) de Fritz Lang. Alemanha. 1959. 101 min. Aventura/Drama. Sem classificação. Com Debra Paget, Paul Hubschmid e Walther Reyer.

Arquiteto alemão é chamado por um marajá para ir à Índia e se apaixona por uma dançarina prometida ao marajá.

Mediação: Bruno Andrade (crítico de cinema).

FOCO EM CINEMA

Dia 31, terça-feira, às 19h

O sepulcro indiano

(Das indische Grabmal) de Fritz Lang. Alemanha, França, Itália. 1959. 102 min. Aventura. Sem classificação. Com Paul Hubschmid, Debra Paget e Walter Reyer.

Depois de descoberto o romance, o arquiteto alemão e a bela dançarina indiana fogem pelo deserto. O caos toma conta de Eschnapur, na Índia, por conta de um plano entre os sacerdotes em depor o marajá. 

Mediação: Bruno Andrade (crítico de cinema).

Junho

 

Dia 01, Sexta-feira, 17h, Festival de Cinema Europeu
23-F. O filme.
(23-F. La película.) de Chema de la Peña. Espanha. 2011. 105 min. Drama/Historia. 12 anos. Com Antonio Tejero, Alfonso Armada e Juan Carlos.
O fracassado golpe de estado de 23 de fevereiro de 1981,  que começou com a apreensão do Congresso dos Deputados e terminou com a libertação dos parlamentares, colocando a democracia espanhola em grande risco.

 

Dia 01, Sexta-feira, 19h, Festival de Cinema Europeu
Se não nós, quem?
(Wer, wenn nicht wir) de Andres Veiel. Alemanha. 2010. 124 min. Drama/Biografia. 12 anos. Com August Diehl, Lena Lauzemi e Alexander Fehling.
Nos anos 60, Bernward e Gudrum, colegas de universidade, se apaixonam e decidem abrir juntos uma pequena editora, causando polêmica ao unir-se a ativistas contra o conformismo da sociedade alemã.

 

Dia 02, Sábado, 15h, Festival de Cinema Europeu
A máfia mata só no verão
(La mafia uccide) de Pif (Pierfrancesco Diliberto). Itália. 2013. 85 min. Comédia/Drama. Livre. Com Cristiana Capotondi, Pif e Alex Bisconti
Ambientado na Sicília contemporânea, o filme e o conto tragicômico da vida de Arturo, que desde jovem cruza o caminho da máfia.

Dia 02, Sábado, 17h, Festival de Cinema Europeu
Sangue nas águas
(Szabadság, szerelem) de Krisztina GODA. Hungria. 206.123 min. Drama/Guerra. 16 anos. Com Kata Dobó, Iván Fenyő  e Sándor Csányi
Durante a revolução húngara de 1956 que se passa em Budapeste e nos Jogos Olímpicos de Melbourne, enquanto tanques soviéticos arrasavam seu país a equipe húngara de pólo aquático vencia os soviéticos na disputa de pólo aquático mais violenta da história.

Dia 04, Segunda-feira, 17h, Festival de Cinema Europeu
Em nome da paz: John Hume na América
(In the Name of Peace: John Hume in America) de Maurice Fitzpatrick. Irlanda. 2017. 90 min. Documentário. Livre.
Explorando a campanha de décadas do vencedor do Prêmio Nobel, John Hume, para garantir a paz na Irlanda do Norte, Maurice Fitzpatrick revela como Hume, inspirado por Martin Luther King e emergindo das ruas revoltantes da Irlanda do Norte, recrutou um exército de importantes Chefes de Estado para a causa.


Dia 04, Segunda-feira, 19h, Festival de Cinema Europeu
O atirador
(Skytten) de Annette K. Olesen. Dinamarca. 2013. 89 min. Thriller. Livre. Com Kim Bodnia, Trine Dyrholm e Nikolaj Lie Kaas.
O novo governo dinamarquês, contrariamente às suas promessas eleitorais, anuncia extração de petróleo na Groenlândia. Isso gera uma violenta reação pública frente aos novos planos que prejudicam o meio-ambiente.

Dia 05, Terça-feira, 17h, Festival de Cinema Europeu
O Bockerer IV – Primavera de Praga
(Der Bockerer IV-  Prager Frühling) de Franz Antel. Áustria. 2003. 90 min. Drama. 16 anos. Com Karl Merkatz, Alexander Wussow e Caroline Vasicek
O açougueiro Karl Bockerer de Viena vai casar, no ano 1968, com a sua empregada Anna e é convidado pelo filho adotivo à cidade de Praga, na ex-República Tcheca, para passar a lua de mel. Quando as tropas Soviéticas tomam posse do país, a família quer voltar com urgência para Viena. Mas primeiro eles têm de tirar o filho da prisão.

Dia 05, Terça-feira, 19h, Festival de Cinema Europeu
A universidade perdida, Vincennes
(Vincennes, l’université perdue) de Virginie Linhart. França. 2016. 130 min. Documentário. 12 anos.
Entre nostalgia e reflexão, este documentário homenageia a história esquecida da universidade de Vincennes, criada no outono de 1968 e destruída em 1980, que, aberta a todos, encarnava a possibilidade de outro sistema de ensino.


Dia 06, Quarta-feira, 17h, Festival de Cinema Europeu
Vox Populi
De Eddy Terstall. Países Baixos. 2008. 100 min.  Sátira política/Comédia. 12 anos. Com Tom Jansen, Johnny de Mol e Esmarel Gasman.
Inspirado por seus amigos, Jos Fransen começa a incluir ideias mais populistas no seu, anteriormente, partido politicamente correto e começa a subir nas pesquisas de opinião. Tudo para aborrecimento de seus colegas elitistas do partido.

Dia 06, Quarta-feira, 19h, Festival de Cinema Europeu
A história da linha verde
(The story of the green line) de Panikus Chrissanthou. Chipre. 2017. 113 min. Drama. 16 anos. Com Mihalis Sofokleous, Cihan Tariman e Matthias Lier.
A história na “linha verde” de Nicósia, onde um muro de barricadas e arame farpado divide uma cidade e um país. Um soldado cipriota grego e um soldado cipriota turco guardam seus postos em lados opostos da linha e fazem um acordo para visitar suas antigas vilas.


Dia 07, Quinta-feira, 17h, Festival de Cinema Europeu
Palme
De Maud Nycander e Kristina Lindström. Suécia. 2012. 105 min. Documentário. 14 anos.
A trajetória do primeiro-ministro sueco Olof Palme, assassinado a tiros nas ruas de Estocolmo em fevereiro de 1986.

Dia 07, Quinta-feira, 19h, Festival de Cinema Europeu
Zeus
De Paulo Filipe Monteiro. Portugal. 2016. 115 min. Drama. 12 anos. Com Sinde Filipe, Ivo Canelas e Catarina Luís.
A história verdadeira de Manuel Teixeira Gomes, o sétimo presidente da República Portuguesa, um escritor que chegou a publicar literatura erótica. Aos 65 anos, em plena ascensão do fascismo, decidiu abandonar o país num cargueiro chamado “Zeus” e viver exilado no Norte de África.

Dia 08, Sexta-feira, 17h, Festival de Cinema Europeu
Pássaros, órfãos e loucos
(Vtáčkovia, siroty a blázni) de Juraj Jakubisko. 1969. 79 min. Drama. 18 anos. Com Magdaléna Vášáryová, Milan Beran e Jana Stehnová.
A parábola mosaica sobre dois rapazes, uma moça e um senhor louco, pessoas que enfrentam um mundo violento, após a invasão das tropas da União Soviética e outros membros do Pacto de Varsóvia, de uma forma otimista e fantástica, conduzindo a vida baseada no princípio da brincadeira e da filosofia da alegria.

 

Dia 08, Sexta-feira, 19h, Documentário Histórico

Maioria absoluta
De Leon Hirzsman. Brasil. 1964. 18 min. Documentário. Livre.
Denuncia a desigualdade social no país e traz entrevistas com trabalhadores rurais analfabetos impedidos de votar.

Liberdade de imprensa
De João Batista de Andrade. 1967. 25 min. Documentário. Sem classificação.
Discute a Lei de Imprensa, promulgada em fevereiro de 1967, que estabeleceu oficialmente a censura no Brasil.
Migrantes
De João Batista de Andrade. 1973. 8 min. Documentário. Livre.
O filme parte de uma notícia publicada no jornal, na qual comerciantes se queixam da presença de migrantes instalados embaixo de um viaduto perto de suas lojas.

 

Dia 11, Segunda-feira, 19h, Cine Africano

Timbuktu

De Abderrahmane Sissako. Mauritânia, França. 2014. 97 min. Drama. 14 anos. Com Ibrahim Ahmed aka Pino, Toulou Kiki e Abel Jafri.

Em uma pequena cidade no norte do Mali, uma família tem sua rotina alterada quando um pescador mata uma de suas vacas e causa sua própria morte deixando o assassino no alvo de uma facção religiosa.

Mediação: Prof. Dr. Sílvio Marcus de Souza Correa (LEHAF/UFSC).

 

Dia 12, Terça-feira, 19h, Sessão Especial

A vida extraordinária de Tarso de Castro
De Leo Garcia e Zeca Brito. Brasil. 2017. 90 min. Documentário. 14 anos.

A trajetória do jornalista Tarso de Castro, idealizador do Pasquim, atravessada pela história do Brasil dos anos 60, 70 e 80 e da geração de intelectuais que resistiu à ditadura militar.

Mediação: Prof. Dr. José Cláudio Siqueira Castanheira (Curso de Cinema/UFSC).

 

Dia 13, Quarta-feira, 19h, ART 7: Bergman 100 anos

Crise
(Kris) de Ingmar Bergman. Suécia. 1946. 93 min. Drama. Sem classificação. Com Inga Landgré, Stig Olin e Marianne Löfgren.

Uma jovem de 18 anos vive com a mãe adotiva numa cidade do interior da Suécia até que sua verdadeira mãe, aparece decidida a levá-la para a cidade grande.


Dia 14, Quinta-feira, 19h, Cinema e Teatro

Beijo no asfalto

De Bruno Barreto. Brasil. 1981. 80 min. Drama. 14 anos. Com Tarcísio Meira, Ney Latorraca e Lídia Brondi.|
Um desconhecido é atropelado por um ônibus e, agonizante, pede a um bancário que lhe dê um beijo na boca. Este gesto é transformado em escândalo pela imprensa e o homem passa a ser perseguido.

 

Dia 15, Sexta-feira, 19h, Sessão Divã

O invasor

De Beto Brant. Brasil. 2001. 97 min. Drama/Suspense. 18 anos. Com Paulo Miklos, Alexandre Borges e Malu Mader.

Estevão, Ivan e Gilberto são amigos e sócios em uma construtora, mas conflitos com os negócios tornam a convivência difícil.
Mediação: Leojorge Panegalli e Rodrigo Ferreira (psicanalistas).

 

Dia 18, Segunda-feira, 19h, Cine Francês AF | Cine Divas

Barbara

De Mathieu Amalric. França. 2017. 97 min. Drama. Livre. Com Jeanne Balibar, Mathieu Amalric e Vincent Peirani. Brigitte irá interpretar num filme a icônica cantora Barbara e durante os ensaios a personagem cresce dentro de si, invadindo a atriz.

Dia 19, Terça-feira, 19h, Infância, Cultura e Arte
Princesa Mononoke
(Mononoke-hime) de Hayao Miyazaki. Japão. 1997. 135 min. Animação. 12 anos.
Um príncipe, infectado por uma doença, vai para o leste em busca de cura. No caminho encontra animais da floresta lutando contra a exploração, liderados pela princesa Mononoke.

Dia 20, Quarta-feira, 19h, ART 7: Bergman 100 anos
Noites de circo
(Gycklarnas afton) de Ingmar Bergman. Suécia. 1953. 93 min. Drama. Sem classificação. Com Åke Grönberg, Harriet Andersson e Hasse Ekman.

Uma decadente companhia circense se prepara para um novo espetáculo enquanto seu diretor vive uma relação infernal com sua jovem amante.

 

Dia 21, Quinta-feira, ABERTURA DE EXPOSIÇÃO | NÃO HAVERÁ SESSÃO

 

Dia 22, Sexta-feira, 19h, Psicanálise vai ao Cinema

Eu, Daniel Blake

(I, Daniel Blake) de Ken Loach. Reino Unido, França, Bélgica. 2016. 101 min. Drama. 12 anos. Com Dave Johns, Hayley Squires e Dylan McKiernan.

Em meio a obstáculos estatais para usufruir de direitos previdenciários, ocorre um encontro entre dois trabalhadores em condições aviltantes.

 

Dia 25, Segunda-feira, 19h, Foco em Cinema: Homenagem a Pierre Rissient

A sombra da forca

(Time without pity) de Joseph Losey. Inglaterra. 1957. 85 min. Drama/Crime. 14 anos. Com Michael Redgrave, Ann Todd e Leo McKern.

Um homem alcoólatra dispõe de apenas 24 horas para provar que seu filho não é culpado de um assassinato.

Mediadores: Bruno Andrade (crítico de cinema).

 

Dia 26, Terça-feira, 19h, Foco em Cinema: Homenagem a Pierre Rissient
Crime Verdadeiro

(True crime) de Clint Eastwood. EUA. 1999. 127 minutos. Drama/Crime. 14 anos. Com Clint Eastwood, Isaiah Washington e James Woods.

Na véspera da execução de um homem negro condenado por ter assassinado uma mulher grávida, um repórter luta contra o tempo para evitar que uma injustiça seja cometida.

Mediadores: Bruno Andrade (crítico de cinema).


Dia 27, Quarta-feira, 19h, ART 7: Bergman 100 anos
A fonte da donzela
(Jungfrukällan) de Ingmar Bergman. Suécia. 1960. 89 min. Drama. Sem classificação. Com Max von Sydow, Birgitta Valberg e Gunnel Lindblom.

Uma jovem é violentada e morta. Os assassinos acabam buscando abrigo na casa dos pais da vítima, que, ao descobrirem o triste destino da filha, só pensam em vingança.


Dia 28, Quinta-feira, 19h,  ART 7: Bergman 100 anos
Gritos e Sussurros
(Viskningar Och Rop) de Ingmar Bergman. Suécia. 1972. 91 min. Drama. Sem classificassão. Com Ingrid Thulin, Liv Ullmann e Harriet Andersson.

Uma mulher enferma recebe cuidados de suas duas irmãs e de uma empregada da família. Neste contexto, um misto de amor e ódio surgem no interior de cada uma delas.

 

Dia 29, Sexta-feira, 19h, Cine Delas [Floripa]

A menina só

De Cíntia Bittar. Brasil, SC. 2016. 10 min. Ficção. 12 anos. Com Gabriele Bittar e Luciano Brandenbergher.
Na chácara onde vive, em meio às araucárias, a menina desafia a presença imponente de seu pai e entra no velho paiol, onde se depara com uma verdade perturbadora.

Da janela

De Giovana Zimermann. Brasil, SC. 2009. 15 min. Drama. 16 anos. Com Elianne Carpes, Giovana Zimermann e Luiz Claudio Leite.

Fotógrafa pesquisa a a violência contra a mulher. Através da janela de sua casa ou carro, seu “olho câmera” registra cenas de violência e cenas de celebração.
Mediação: Cíntia Bittar e Giovana Zimermann (diretoras).

Maio

 

Dia 02, quarta-feira, 19h, ART 7: 2º Ciclo do Cinema Palestino

Quando vi você 
(Lamma shoftak) de Annemarie Jacir. Jordânia. 2012. 98 min. Drama. Sem classificação. Com Mahmoud Asfa, Ruba Blal e Saleh Bakri.
Por conta da guerra, Tarek e sua mãe vão para um campo de refugiados na fronteira da Palestina com a Jordânia.

Mediação: Khader Othman e Silvia Grando, integrantes do Comitê Catarinense de Solidariedade ao Povo Palestino.

 

Dia 03, quinta-feira, 19h, Documentário Histórico

A opinião pública

De Arnaldo Jabor. Brasil. 1967. 65 min. Documentário. 14 anos.
Um mergulho na vida das pessoas da classe média do Rio de Janeiro.

Mediação: Prof. Dr. Rafael Hagemeyer (LIS/UDESC).

 

Dia 04, sexta-feira, Sessão Divã
Um estranho em mim

(Das fremde in mir) de Emilly Atef. Alemanha. 2008. 99 min. Drama. Sem classificação. Com Susanne Wolff, Johann Von Bülow e Maren Kroymann.

Rebecca e Julian anseiam pela chegada do primeiro filho, mas após o nascimento do bebê a mãe enfrenta sentimentos conflitantes em relação a sua nova vida.

Mediadores: Sonia Garcia e Taoana Padilha (psicanalistas).

 

Dia 07, segunda-feira, 19h, Cine Africano: Africa 68

Mandabi

De Ousmane Sembene. Senegal, França. 1968. 105 min. Drama. 14 anos. Com Makhouredia Gueye, Ynousse N’Diaye e Isseu Niang.

Tonton recebe uma ordem de pagamento de seu sobrinho que está em Paris e precisa enfrentar a cobiça da vizinhança e um esquema de corrupção para conseguir retirar o dinheiro do correio.

Mediação: Prof. Dr. Sílvio Marcus de Souza Correa (LEHAF/UFSC).

 

Dia 08, terça-feira, 19h, Imagens Políticas

Peões

De Eduardo Coutinho. Brasil. 2004. 85 min. Documentário. Livre.

Trabalhadores da indústria metalúrgica do ABC paulista contam sobre o movimento grevista de 1979/80, no qual se destacou a figura de Lula.
Mediação: Elaine Sallas (professora da Rede Estadual e mestranda em Teatro/UDESC) e Elenira Vilela (Doutoranda em Engenharia Mecânica na Escola Politécnica da USP, escreve para o portal Desacato).

 

Dia 09, quarta-feira, 19h, ART 7: 2º Ciclo do Cinema Palestino

O paraíso, agora!

(Paradise now) de Hany Abu-Assad. Palestina, França, Alemanha, Holanda. 2005. 87 min. Drama. 14 anos. Com Lubna Azabal, Hiam Abbass e Ali Suliman.
Os amigos palestinos Khaled e Said são recrutados para realizar um atentado suicida em Tel Aviv, mas não pode revelar sua missão à família.

Mediação: Adib Ahmed, integrante do Comitê Catarinense de Solidariedade ao Povo Palestino.

 

Dia 10, quinta-feira.

NÃO HAVERÁ SESSÃO

ABERTURA DE EXPOSIÇÃO

 

Dia 11, sexta-feira, 19h, Psicanálise vai ao Cinema

Invasões bárbaras

(Les invasions barbares) de Denys Arcand. França, Canadá. 2003. 99 min. Drama. 14 anos. Com Rémy Girard, Stéphane Rousseau e Louise Portal.

Rémy tenta encontrar a paz em seus últimos momentos de vida. Em sua jornada final, ele conta com o apoio do filho, da ex-mulher e velhos amigos.

 

Dia 14, segunda-feira, 19h, Mostra de Cinema Uruguaio

Seus pais voltarão

(Tus padres volverán) de Pablo Martínez Pessi. Uruguai. 2015. 80 min. Documentário. Livre.

Em 1983, dois anos antes do fim da ditadura uruguaia, chega a Montevidéu um avião repleto de crianças, filhos de exilados políticos, enviados pelos pais para conhecer seus familiares.

 

Dia 15, terça-feira, 19h, Mostra de Cinema Uruguaio

O Bela Vista

(El Bella Vista) de Alicia Cano Menoni. Uruguai. 2012. 73 min. Documentário. 16 anos.

O Bella Vista Futebol Clube perdeu sua última partida, foi eliminado e logo se dissolveu. Desde então o local do clube foi um bar, um prostíbulo de travestis e uma igreja.

 

Dia 16, quarta-feira, 19h, Mostra de Cinema Uruguaio

Os golfinhos vão para o Leste

(Las toninas van al Este) de  Gonzalo Delgado e Verónica Perrotta. Uruguai. 2016. 83 min. Comédia. 18 anos. Com Jorge Denevi, Verónica Perrotta e César Troncoso.

Miguel Ángel García Mazziotti, decadente celebridade gay do Rio de la Plata, recebe a visita da sua filha de quem está afastado há vários anos com uma grande notícia.

 

Dia 17, quinta-feira, 19h, Mostra de Cinema Uruguaio

Multitudes

De Emiliano Mazza De Luca, Mónica Talamás Sarli e outros. Uruguai. 2013. 65 min. Documentário. Sem classificação.

Pequenas histórias sob diferentes olhares observando as paixões que atraem milhares de indivíduos para se juntarem em um único personagem coral: a multidão.

 

Dia 18, sexta-feira, 19h, Mostra de Cinema Uruguaio

Os modernos

(Los modernos) de Mauro Sarser e Marcela Matta. Uruguai. 2016. 95 min. Drama. 16 anos. Com Noelia Campo, Mauro Sarser e Federico Guerra.

Paternidade, realização profissional e liberdade sexual são temas que permeiam conflitos de três casais sob perspectiva do mundo contemporâneo.

Mediação: Mauro Sarser (diretor, editor, músico e ator).

 

Dia 21, segunda-feira, 19h, Cine Francês AF: Especial Maio de 68

O fundo do ar é vermelho

(Le Fond de l’air est rouge) de Chris Marker. França. 1977. 180 min. Documentário. Sem classificação.

Esperanças e decepções suscitadas pelos movimentos revolucionários de 68, desde o regime chinês ao cubano, a Primavera de Praga, os movimentos estudantis e operários franceses.

 

Dia 22, terça-feira, 19h, Cine Francês AF: Especial Maio de 68

Milou em Maio

(Milou en Mai) de Louis Malle. França. 1990. 107 min. Comédia/Drama. Sem classificação. Com Michel Piccoli, Miou- Miou e Michel Du Chaussoy.

Na França, as manifestações de maio de 68 extrapolam os limites de Paris e pegam de surpresa parentes de uma velha proprietária de terras que acaba de morrer, abrindo caminho para uma luta pela herança.

 

Dia 23, quarta-feira, 19h, ART 7: 2º Ciclo do Cinema Palestino

O ídolo
(Ya tayr el tayer) de Hany Abu-Assad. Palestina, Reino Unido, Qatar, Holanda, Emirados Árabes Unidos. 2015. 100 min. Biografia/Drama. 12 anos. Com Tawfeek Barhom, Kais Attalah e Hiba Attalah.

O jovem Mohammed sonha em ser um cantor de sucesso. Quando vê os anúncios de inscrições para o Arab Idol, ele enfrenta todos os perigos da travessia até o local para ter a chance de participar da competição.

 

Após a sessão haverá lançamento do livro “Amálgama de luta e beleza: somos todos palestinos”, de Yasser Jamil Fayad e conversa com o autor.

 

Dia 24, quinta-feira, 19h, Cine Delas [Floripa]

Lute como uma menina!

De Beatriz Alonso e Flávio Colombini. Brasil, SP. 2016. 76 min. Documentário. Sem classificação.

As meninas que participaram do movimento secundarista que ocupou escolas e foi às ruas para lutar contra um projeto de reorganização escolar imposto pelo governador de São Paulo, em 2015.

Mediação: Amanda Canan e Mariah F. (participaram da OcupaIFSC 2016).

 

Dia 25, sexta-feira, 19h, Infância, Cultura e Arte

Minha vida de abobrinha

(Ma vie de courgette) de Claude Barras. Suíça, França. 2017. 66 min. Animação. 10 anos.

Icare, um menino de nove anos, é deixado pela polícia em um orfanato após o falecimento de sua mãe. No processo de adaptação ao novo lar ele descobre o poder da amizade.   

 

Dia 28, segunda-feira, 19h, Foco em Cinema 
(La resa dei conti) de Sergio Sollima. Itália/Espanha. 1966. 110 minutos. Faroeste. 14 anos. Com Lee Van Cleef, Tomas Milian e Walter Barnes.

Jonathan “Colorado” Corbett, um justiceiro com aspirações políticas, persegue um atirador de facas mexicano
acusado de violar uma menina de 12 anos.

Medição: Bruno Andrade (crítico de cinema).

 

Dia 29, terça-feira, 17h, Foco em Cinema

O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro

De Glauber Rocha. Brasil/França/Alemanha. 1969. 100 min. Faroeste. 14 anos. Com Maurício do Valle, Odete Lara e Othon Bastos.

Antônio das Mortes, antigo matador de cangaceiros, é contratado por um coronel para matar um beato agitador. Mais tarde, ele resolve apoiar a causa do povo contra os desmandos do coronel.

 

Dia 29, terça-feira, 19h, Foco em Cinema

O vento do Leste

(Le vent d’est) de Jean-Luc Godard, Jean-Pierre Gorin e Gérard Martin. Itália/França/Alemanha. 1970.  92 min. Faroeste. 14 anos. Com Gian Maria Volontè, Anne Wiazemsky e Glauber Rocha.

Manifesto cinematográfico em forma de faroeste revolucionário que aborda questões referentes a posições políticas anticapitalistas.

Medição: Bruno Andrade (crítico de cinema).

 

Dia 30, quarta-feira, 19h, ART 7: 2º Ciclo do Cinema Palestino

A noiva síria

(The Syrian Bride) de  Eran Riklis. França, Alemanha, Israel. 2004. 94 min. Comédia/Drama. Livre. Com Hiam Abbass, Makram Khoury e Clara Khoury.

O planejamento do casamento e dois jovens drusos que vivem em lados opostos da fronteira entre Israel e Síria.

Mediação: Yasser Jamail Fayad, do Movimento de Libertação da Palestina, Ghassan Kanafani.

Abril

 

*Todas as sessões às 19h

Dia 02, segunda-feira, Cine Africano

O grito do coração

(Le cri du coeur) de Idrissa Ouedraogo. Burkina Faso, França. 1994. 81 min. Comédia/Drama. 16 anos. Com Richard Bohringer, Saïd Diarra e Félicité Wouassi.
Moctar, uma jovem francesa criada no Mali, volta pra Europa e começa a ter visões de hienas nas ruas de Paris, o que lhe causa problemas com os adultos.

Mediação: Prof. Dr. Sílvio Marcus de Souza Correa (LEHAF/UFSC).

 

Dia 03, terça-feira, Cinema Sul Coreano Contemporâneo

Sol secreto

(Milyang) de Lee Chang-dong. Coréia do Sul. 2007. 142 min. Drama/Romance. Sem classificação. Com

Sin-ae é uma jovem mãe que se muda com o filho pequeno Jun para Milyang, uma cidadezinha onde o falecido marido nasceu.


Dia 04, quarta-feira, ART 7: Bastidores em cena

A garota
(The girl) de Julian Jarrold. EUA. 2012. 91 min. Biografia. Sem classificação. Com Sienna Miller, Toby Jones e Imelda Staunton.

O obsessivo relacionamento do diretor Alfred Hitchcock e a atriz Tippi Hedren, a protagonista dos filmes Os pássaros e Marnie – Confissões de uma ladra.

 

Dia 05, quinta-feira, Abertura de Exposição

NÃO HAVERÁ SESSÃO NO CINECLUBE

 

Dia 06, sexta-feira, Documentário Histórico

Passe livre

De Osvaldo Caldeiras. Brasil. 1974. 73 min. Documentário. Sem classificação.
A vida do jogador Afonsinho, proibido de jogar futebol por não cortar a barba e os cabelos, através de depoimentos de personalidades do futebol como Barbosa, João Saldanha e Zagallo.

 

Dia 09, segunda-feira, Ciclos Latinoamericanos: Paraguai

La Hamaca Paraguaya

De Paz Encina. Paraguai, Argentina, Holanda. 2006. 75 min. Drama. Sem classificação. Com  Ramon Del Rio, Georgina Genes e Jorge López.

Em 1935, num lugar remoto do Paraguai, o casal de idosos Cândida e Ramón espera pelo filho que foi lutar na Guerra do Chaco.

 

Dia 10, terça-feira, Cinema Sul Coreano Contemporâneo

Castaway on the moon

(Kimssi pyoryugi) de Hae-jun Lee. Coréia do Sul. 2009. 116 min. Drama/Comédia. Sem classificação. Com  Jae-yeong Jeong, Ryeowon Jung e Yeong-seo Park.

Kim tenta suicidar-se saltando de uma ponte sobre o Rio Han. Ele acorda numa ilha e passa a viver uma vida solitária.

 

Dia 11, quarta-feira, ART 7: Bastidores em cena

Os pássaros
(The birds) de Alfred Hitchcock. EUA. 1963. 119 min. Suspense. Sem classificação. Com Tippi Hedren, Rod Taylor e Suzanne Pleshette.

Milhares de pássaros migram para a cidade de Bodega Bay, Califórnia, e começam a atacar as pessoas.

 

 

Dia 12, quinta-feira, Grandes Diretoras: Ulrike Ottinger

Sob a neve

(Unter Schnee) de Ulrike Ottinger. Alemanha. 2011. 108 min. Documentário. Sem classificação.

A rotina e rituais dos habitantes da região de Echigo, no Japão, que passa boa parte do ano coberta de neve.

 

Dia 13, sexta-feira, Sessão Divã

A senhora da van

(The lady in the van) de Nicholas Hytner. Reino Unido. 2016. 104 min. Comédia. 10 anos. Com Maggie Smith, Alex Jennings e Jim Broadbent.

A excêntrica senhora Mary Shepherd, mora em uma van numa vizinhança que desaprova seu estilo de vida.  Porém, o escritor Allan Bennet resolve ajudá-la.

Mediação: Michele Brofman, psicóloga e Isabela Keller do Valle, psicanalista, membros do Fórum do Campo Lacaniano de Florianópolis (em formação).

 

Dia 16, segunda-feira, Infância, Cultura e Arte

A guerra dos botões

(War of the buttons) de John Roberts. EUA. 1994. 95 min. Aventura. 12 anos. Com Brendan McNamara, Colm Meaney e Daragh Naughton.

Grupos rivais de crianças se preparam para uma guerra, na qual o troféu são os botões dos adversários.

Mediação: Núcleo Infância, Comunicação, Cultura e Arte (NICA, UFSC/CNPq).

 

Dia 17, terça-feira, Cinema Sul Coreano Contemporâneo

A era da escuridão

(Mil-jeong) de Jee-woon Kim. Coréia do Sul. 2016. 140 min. Ação/Drama. 16 anos. Com  Byung-hun Lee, Kang-ho Song e Yoo Gong.

Década de 1920. Agentes secretos da resistência coreana embarcam em uma missão para contrabandear explosivos com o objetivo de destruir parte do exército japonês.

 

Dia 18, quarta-feira, ART 7: Bastidores em cena

Walt nos Bastidores de Mary Poppins
(Saving Mr. Banks) de John Lee Hancock. EUA. 2013. 122 min. Biografia. 10 anos.

Com Tom Hanks, Emma Thompson e Paul Giamatti.

Durante 20 anos, Walt Disney tentou adquirir os direitos de Mary Poppins da escritora australiana P.L. Travers, que sempre se recusou a vendê-los.

 

Dia 19, quinta-feira, Cine Francês AF

O demônio da Algéria

(Pépé le moko) de Julien Duvivier. França. 1937. 94 min. Crime/Drama.  Sem classificação. Com Jean Gabin, Gabriel Gabrio e Saturnin Fabre.

Um  criminoso procurado é protegido pelos amigos em Casbah, mas é tentado a deixar a segurança do esconderijo por uma visitante parisiense.

 

Dia 20, sexta-feira, Psicanálise vai ao Cinema

Taxi Driver

De Martin Scorsese. EUA. 1976. 114 min. Drama/Policial. 14 anos. Com Robert De Niro, Jodie Foster e Harvey Keitel.

O solitário taxista Travis, soldado sobrevivente da guerra, é assolado por um senso de justiça aterrador após o encontro com duas mulheres .

 

Dia 23, segunda-feira, Foco em Cinema

A nova saga do clã Taira

(Shin Heike monogatari) de Kenji Mizoguchi. Japão. 1955. 108 min. Drama. Sem classificação. Com  Narutoshi Hayashi, Raizô Ichikawa e Tatsuya Ishiguro.

Ascensão e queda do clã Taira e suas lutas com o clã Genji.

Mediação: Bruno Andrade, crítico de cinema.

 

Dia 24, terça-feira, Foco em Cinema

Chuva de luz na montanha vazia

(Kong shan ling yu) de King Hu. Hong Kong. 1979. 120 min. Ação/Drama. Sem classificação. Com  Feng Hsu, Yueh Sun e Chun Shih.

Durante a escolha do próximo superior de um monastério budista, os dignitários que acompanham a cerimônia cobiçam um inestimável pergaminho protegido pelo Templo.

Mediação: Bruno Andrade, crítico de cinema.

 

Dia 25, quarta-feira, ART 7: Bastidores em cena

Mary Poppins
De Robert Stevenson. EUA. 1964. 139 min. Musical. Sem classificação. Com Julie Andrews, Dick Van Dyke e David Tomlinson.

Trazida pelo vento em um guarda-chuva voador, uma babá com poderes mágicos aparece para transformar a triste rotina de uma família londrina.

 

Dia 26, quinta-feira, Lançamento do Catálogo 2016-2017

NÃO HAVERÁ SESSÃO NO CINECLUBE

 

Dia 27, sexta-feira, Cinema e Teatro
Eles não usam black-tie

De Leon Hirszman. Brasil. 1981. 123 min. Drama. 14 anos. Com Gianfrancesco Guarnieri e Fernanda Montenegro.
Otávio é militante sindical e organiza um movimento grevista para resistir às práticas exploradoras de uma metalúrgica.

 

 

 

Dia 30, segunda-feira, Cine Delas [Floripa]


Repense o elogio

De Estela Renner. Brasil, SP. 2017. 49 min. Documentário. Sem classificação.

Uma discussão sobre a maneira como as meninas e os meninos são elogiados e como isso reflete no seu desenvolvimento.

 

 

Como você trata as mulheres de amanhã?
De João Claudio Lins, Alexandre Assis Corrêa e Junior Crocetta. Brasil, SC. 2018. 15 min. Documentário. Livre.

Alice e Ana Beatriz: meninas hoje, mulheres amanhã. Em comum, famílias conscientes do papel feminino em uma sociedade igualitária.

 

Papo de mulher com Juliany Silva

De Ludmilla Gadotti. Brasil, SC. 2018. 2 min. Documentário. Livre.  

A criadora da página Ginecologista Sincera fala sobre a importância do autoconhecimento e da difusão de informações para a desconstrução de preconceitos.

Mediação: Equipe do documentário “Como você trata as mulheres de amanhã?”, Marina Teixeira (produtora), João Claudio Lins (diretor), Débora Rosseto (entrevistada) e Juliany Silva, idealizadora da página Ginecologista Sincera.

 

Março

 

Dia 01, quinta-feira, 19h, Documentário Histórico

01 Viramundo (print)Viramundo

De Geraldo Sarno. Brasil. 1965. 37min. Documentário. Livre.

A vida dos migrantes que deixam o nordeste do Brasil em direção a São Paulo nos anos 1960, em busca de melhores condições de sobrevivência.

 

 

01 Subterrâneos do futebolSubterrâneos do futebol

De Maurice Capovilla. Brasil. 1965. 32min. Documentário. Livre.

Particularidades da vida dos jogadores de futebol, as dificuldades e esperanças e a estrutura econômica e política por trás do esporte.

Mediação: Prof. Dr. Rafael Hagemeyer (Departamento de História/Udesc)

 

Dia 02, sexta-feira, 19h, Grandes Diretoras

02 Destruir, disse elaRetrato Marguerite Duras

Destruir, disse ela

(Détruire Dit-Elle) de Marguerite Duras. França. 1969. 100min. Drama/Mistério. Sem classificação. Com Catherine Sellers, Michael Lonsdale, Henri Garcin e Nicole Hiss.

Um grupo de pessoas se encontra em um hotel de campo e passa a se relacionar de formas singulares.

Dia 05, segunda-feira, 19h, Cine Africano

05 Wend KuuniWend Kuuni

De Gaston Kaboré. Burkina Faso. 1983. 75min. Drama. Sem classificação. Com Serge Yanogo, Boucare Ouedraogo e Colette Kaboré.   

Um vendedor ambulante, ao cruzar a savana, encontra uma criança inconsciente e a deixa com uma família na vila mais próxima, dando-lhe o nome Wend Kuuni.

Dia 06, terça-feira, Cine Delas [Floripa]

06 Brave Miss WorldBrave Miss World

De Cecilia Peck. EUA, Israel, Itália, África do Sul. 2013. 88min. Documentário/Biografia. Sem classificação.

Jornada pessoal de Linor Abargil, Miss Israel, que foi violentada e utilizou da sua visibilidade para ajudar outras vítimas de violência.

06 BrancuraBrancura

De Giovana Zimermann. Brasil. 2016. 15min. Drama. 14 anos. Com Angélica Mahfuz, Eliane Carpes e Johny Bruckhoff.

Após violências sofridas na infância e na adolescência, Aimèe sublima sua sensualidade, entendendo-a como uma ameaça.

 

Dia 07, quarta-feira, ART 7

07 As SufragistasAs sufragistas

(Suffragette) de Sarah Gavron. Reino Unido. 2015. 106 min. Drama/Biografia. Sem classificação. Com  Carey Mulligan, Helena Bonham Carter e Meryl Streep.

História do grupo de mulheres britânicas que lutou pelo direito ao voto no início do Século XX.

Dia 08, quinta-feira, Ciclos Latinoamericanos: Peru

08 Contra CorrenteContracorrente

(Contracorriente) de Javier Fuentes-León. Peru, Colômbia, França, Alemanha. 2009. 97min. Drama. 14 anos. Com Cristian Mercado, Tatiana Astengo e Manolo Cardona.

Miguel é casado e está prestes a ser pai, mas o encontro com um pintor recém chegado na vila onde mora transforma sua vida.

Dia 09, sexta-feira, Sessão Divã

09 Uma Nova AmigaUma nova amiga

(Une nouvelle amie) de François Ozon. França. 2015. 107min. Drama. 16 anos. Com  Romain Duris, Anaïs

Demoustier e Raphaël Personnaz.

Quando Laura fica doente e morre, Claire se aproxima de seu marido, David e surpreende-se ao descobrir o segredo íntimo do viúvo.

Mediadores: Me. Taoana Padilha e Dr. Sérgio Scotti, psicanalistas.

Dia 12, segunda-feira, Ciclos Latinoamericanos: Peru

12 A PassageiraA passageira

(Magallanes) de Salvador del Solar. Peru, Argentina, Espanha. 2015. 109min. Drama. 14 anos. Com Damián Alcázar, Tatiana Astengo e Jairo Camargo.

A rotina de um motorista de táxi se transforma quando uma mulher de seu passado no exército peruano entra em seu carro.

 

Dia 13, terça-feira, Imagens Políticas

13 Arpilleras atingidas por barragens bordando a resistênciaArpilleras: atingidas por barragens bordando a resistência

De Coletivo de Mulheres Atingidas por Barragens (MAB). Brasil. 2017. 103min. Documentário. Livre.  

A história de luta das mulheres atingidas por barragens nas cinco regiões do país usando uma técnica de bordado vinda do legado das mulheres chilenas.

Mediação: Adriane Canan, jornalista, documentarista, roteirista, diretora e Rodrigo Timm Seferin, membro da coordenação estadual do MAB/SC.

 

Dia 14, quarta-feira, ART 7

14 Preciosa Uma história de esperançaPreciosa: Uma história de esperança

(Precious) de Lee Daniels. EUA. 2009. 110 min. Drama. Sem classificação. Com Gabourey Sidibe, Mo’Nique e Paula Patton.

A jornada de uma garota por um caminho com inúmeras adversidades, mas que nunca deixa de acreditar em um futuro melhor para si.

Dia 15, quinta-feira, Grandes Diretoras

15 As CriançasRetrato Marguerite Duras

As crianças

(Les enfants) de Marguerite Duras. França. 1985. 84min. Comédia. Sem classificação. Com Axel Bogousslavsky, Daniel Gélin e Tatiana Moukhine.

Ernesto tem 7 anos, mas a aparência de 40. Ele decide abandonar a escola por não querer que lhe ensinem coisas que desconhece, é incompreendido pela sociedade, mas recebe o apoio da família.

Dia 16, sexta-feira, Psicanálise vai ao Cinema

16 Gêmeos mórbida semelhançaGêmeos: mórbida semelhança

(Dead Ringers) de David Cronenberg. Canadá, EUA. 1988. 116min. Drama/Suspense. 16 anos. Com Jeremy Irons, Geneviève Bujold e Heidi von Palleske.

O encontro entre os gêmeos Beverly, Elliot e Claire promove alguns eventos inesperados e traz à tona uma sincronia mortífera.

Mediação: Maria Teresa Wendhausen, psicanalista, membro da Escola Brasileira de Psicanálise (EBC/SC) e Heitor Caramez Peixoto, doutorando em Literatura (UFSC).

 

Dia 19, segunda-feira, Cinema entre fronteiras

19 O Abraço da SerpenteO abraço da serpente

(El abrazo de la serpiente) de Ciro Guerra. Colômbia, Venezuela, Argentina. 2015. 125min. Aventura/Drama. 14 anos. Com Brionne Davis, Nilbio Torres e Antonio Bolívar.

A solidão de Karamakate, último sobrevivente de seu povo, é interrompida com chega ao seu esconderijo remoto Evan, um etnobotânico em busca de uma poderosa planta, capaz de ensinar a sonhar.

Dia 20, terça-feira, Cine Francês AF

20 Por aqui tão cedoPor aqui tão cedo

(Alda et Maria) de Maria Esperança Pascoal. Portugal. 2011. 94min. Drama. Sem classificação. Com Catarina Avelar, Elisabete Baldé e Willion Brandão.  

Verão de 1980. Alda e Maria chegam a Lisboa em fuga da Guerra Civil de Angola cheias de esperança no que o futuro lhes reserva.

Dia 21, quarta-feira, ART 7

21Cinco Graças

(Mustang) de Deniz Gamze Ergüven. Turquia, Alemanha, França. 2015. 97 min. Drama. Sem classificação. Com Güneş Nezihe Şensoy e Doğa Zeynep Doğuşlu.

Cinco irmãs de um vilarejo turco são punidas depois de brincarem com os meninos, ato considerado escandaloso pela avó das garotas.

Dia 22, quinta-feira, Cine Francês AF

22 Uma garrafa no mar de gazaUma garrafa no mar de gaza

(Une bouteille à la mer) de Thierry Binisti. Canadá, França, Israel. 2011. 100min. 12 anos. Drama. Com Agathe Bonitzer, Hiam Abbass e Mahmoud Shalaby.

Tal é uma jovem francesa que mora em Jerusalém com sua família. Após a explosão de um camicase num café do seu bairro, ela escreve uma carta a um palestino imaginário, exprimindo suas interrogações.

Dia 23, sexta-feira, FECHADO

Aniversário de Florianópolis

 

Dia 26, segunda-feira, 19h, Foco em Cinema

26 WavelengthWavelength

De Michael Snow. Canadá, EUA. 1967. 45min. Experimental. 12 anos. Com Hollis Frampton, Amy Taubin e Joyce Wieland.

A câmera filma uma sala predominantemente vazia, num lento zoom em direção a um quadro na parede, acompanhado de um som de frequência cada vez mais aguda.

26 O incrível homem que encolheuO incrível homem que encolheu

(The incredible shrinking man) de Jack Arnold. EUA. 1957. 81min. Ficção científica. 12 anos. Com Grant Williams, Randy Stuart e April Kent.

Durante um passeio de barco, Scott Carey é atingido por uma misteriosa nuvem de partículas brilhantes e começa a encolher diariamente.

Mediação: Bruno Andrade, crítico de cinema.

Dia 27, terça-feira, 19h, Foco em Cinema

27 StellarStellar

De Stan Brakhage. EUA. 1993. 3min. Experimental/ficção científica. 12 anos.

A visão artística do cosmos de Stan Brakhage.

 

 

27Duas ou três coisas que eu sei dela

(2 ou 3 choses que je sais d’elle) de Jean-Luc Godard. França. 1967. 87 min. Drama. 16 anos. Com Marina Vlady, Anny Duperey, Jean Narboni.

Um dia na vida de Juliette Jeanson, uma dona de casa que divide sua rotina entre os afazeres domésticos e a prostituição, intercalado com cenas da contemporaneidade parisiense.

Dia 28, quarta-feira, ART 7

28 Estrelas além do tempoEstrelas além do tempo

(Hidden Figures) de Theodore Melfi. EUA. 2016. 127 min. Drama/Biografia. Sem classificação. Com Taraji P. Henson, Octavia Spencer e Janelle Monáe.

História da equipe de cientistas da NASA, formada exclusivamente por mulheres afro-americanas que participaram ativamente na corrida espacial entre Estados Unidos e União Soviética.

Dia 29, quinta-feira, Grandes Diretoras

29 O Caminhão 1977Retrato Marguerite Duras

O caminhão

(Le camion) de Marguerite Duras. França. 1977. 76min. Drama. Sem classificação. Com Marguerite Duras e Gérard Depardieu.

Escritora lê para um ator o roteiro de um filme sobre uma mulher que pega carona com um motorista de caminhão.

Fevereiro

 

Dia 01, quinta-feira, 19h, Especial Carnaval

01 Quando o Carnaval Chegar 2 (baixa)Quando o carnaval chegar

de Carlos Diegues. Brasil. 1972. 70 min. Musical. Sem classificação. Com Chico Buarque, Nara Leão e Maria Bethânia.

Empresário musical tenta reunir três artistas para um espetáculo em homenagem a um rei que chegará na cidade, mas logo percebe que não será uma tarefa muito fácil.

 

Dia 02, sexta-feira, 19h, Grandes Diretoras: Ida Lupino

02 O mundo odeia-me 2O mundo odeia-me

(The Hitch-Hiker) de Ida Lupino. EUA. 1953. 71 min. Filme noir.  Sem classificação. Com Edmond O’Brien, Frank Lovejoy e William Talman.

Dois pescadores dão carona a um desconhecido que os ameaça e obriga a levá-lo até o México.

 

Dia 05, segunda-feira, 19h, Cine Francês

05 A grande ilusãoA grande ilusão

(La grande illusion) de Jean Renoir. França. 1937. 113 min. Drama. Sem classificação. Com Jean Gabin, Dita Parlo e Pierre Fresnay.

Durante a I Guerra Mundial, dois soldados franceses são capturados por tropas alemãs. Após muitas tentativas de fuga eles são enviados para uma fortaleza impossível de se escapar.

 

Dia 06, terça-feira, 19h, Ciclos Latinoamericanos: Colômbia

06 As viagens do vento 2As viagens do vento

(Los viajes del viento) de Ciro Guerra. Colômbia/Alemanha/Argentina. 2009. 117 min. Drama, musical. Com Marciano Martínez, Yull Núñez e Agustin Nieves.

Um músico viaja por uma longa distância para devolver um instrumento para seu antigo professor.

 

Dia 07, quarta-feira, 19h, ART 7

dia 7Labirinto de mentiras

(Im Labyrinth des Schweigens) de Giulio Ricciarelli. Alemanha. 2014. 124 min. Histórico, Drama. Sem classificação. Com Alexander Fehling, André Szymanski e Friederike Becht.

Um ambicioso promotor público descobre que vários ex-nazistas voltaram à sua vida normal, sem nenhuma punição, e decide fazer tudo que for possível para levá-los à Justiça.

 

Dia 08, quinta-feira, 19h, Especial Carnaval

08 Carnaval AtlantidaCarnaval Atlântida

de Carlos Manga e José Carlos Burle. Brasil. 1952. 95 min. Chanchada. 10 anos. Com Oscrito, Grande Otelo e Cyl Farney.

Um estúdio está produzindo uma adaptação do clássico Helena de Tróia para o cinema, porém dois empregados pensam em transformar o épico numa comédia carnavalesca.

 

Dia 09, sexta-feira – Fechado para Carnaval

 

Dias 12 e 13, segunda e terça-feira – Fechado para Carnaval

 

Dia 14, quarta-feira, 19h, ART 7

14 A conversaçãoA conversação

(The conversation) de Francis Ford Coppola. EUA. 1974. 113 min. Suspense, drama. Sem classificação. Com Gene Hackman, John Cazale e Allen Garfield.

Especialista em escutas é contratado para gravar secretamente a conversa de um casal de amantes.

 

Dia 15, quinta-feira, 19h, Cine Delas [Floripa]

SESSÃO DE CURTAS*

15 Pele de MostroPele de monstro

de Barbara Maria. Brasil, MG. 2017. 20 min. Documentário. Sem classificação.

Relaciona racismo com filmes de terror produzidos nos anos 60.

 

15 Em Busca de LeliaEm busca de Lélia

de Beatriz Vieirah. Brasil, BA. 2010. 15 min. Documentário. Sem classificação.

Professora e antropóloga, protagonista na militância junto ao Movimento Negro nos anos 1970/1980.

 

15 AvessoAvesso

de Julia Morais. Brasil, BA. 2016. 9 min. Ficção. Sem classificação.

A vida de Tereza permeia temas como gênero, sexualidade, raça e empoderamento.

* Parceria Mostra das Minas e Ecoa Preta

 

Dia 16, sexta-feira, 19h, Grande Diretoras: Liliana Cavani

16 O porteiro da noiteO porteiro da noite

(Il portiere di notte) de Liliana Cavani. Itália. 1974. 118 min. Drama. Sem classificação. Com Dirk Bogarde, Charlotte Rampling e Philippe Leroy.

Lucia, sobrevivente de um campo de concentração nazista, encontra um antigo oficial que foi seu torturador.

 

Dia 19, segunda-feira, 19h, Foco em Cinema

19 Vampiros de almaVampiros de almas

(Invasion of the body snatchers) de Don Siegel. EUA. 1956. 80 min. Ficção científica. 14 anos. Com Kevin McCarthy, Dana Wynter e Carolyn Jones.

Um médico de pequena cidade descobre que a população da sua comunidade está sendo substituída por duplicatas alienígenas sem emoções.

Mediação: Bruno Andrade, crítico de cinema.

 

 

Dia 20, terça-feira, 19h, Foco em Cinema

20 Halloween IIIHalloween III: A noite das bruxas

(Halloween III: Season of the witch) de Tommy Lee Wallace. EUA. 1982. 98 min. Horror, mistério. 16 anos. Com Tom Atkins, Stacey Nelkin e Dan O’Herlihy.

Crianças em toda a América querem máscaras da empresa Silver Shamrock para o Halloween. O doutor Daniel Challis acaba investigando uma trama que envolve o dono da Silver Shamrock, Conal Cochran.

Mediação: Bruno Andrade, crítico de cinema.

 

Dia 21, quarta-feira, 19h, ART 7

21 O médico alemãoO médico alemão

(Wakolda) de Lucía Puenzo. Argentina. 2013. 94 min. Drama, histórico. Sem classificação. Com Alex Brendemühl, Natalia Oreiro e Diego Peretti.

Uma família argentina conhece um médico alemão enquanto atravessa o deserto da Patagônia. O médico é Josef Mengele, um cientista nazista que realizava experimentos com humanos em campos de concentração.

 

Dia 22, quinta-feira: Abertura exposição espaço 2

 

Dia 23, sexta-feira, 19h, Grande Diretoras: Agnes Varda

23 Os catadores e eu 2Os catadores e eu

(Les glaneurs et la glaneuse) de Agnés Varda. França. 2000. 82min. Documentário. Sem classificação.

No interior da França, a diretora acompanha as pessoas que vivem de restos após as colheitas, conversando com elas desde sobre fatos pessoais até sobre política.

 

Dia 26, segunda-feira, 19h, Cine Africano

26 Toula OuToula Ou, o espírito das águas

(Toula Ou le génie des eaux) de Moustapha Alassane e Anna Soehring. Niger/Alemanha. 1974. 72 min. Drama. 16 anos. Com Isaa Bania, Solange Delanne e Parfait Kondo.

Os deuses declararam a seca do país e para aplacar a sua ira, um homem sagrado convocado pelo rei exige o sacrifício de uma jovem mulher.

 

Dia 27, terça-feira, 19h, Ciclos Latinoamericanos: Colômbia

27 A terra e a sombraA terra e a sombra

(La tierra y la sombra) de César Augusto Acevedo. Colômbia/França. 2015. 97 min. Drama. 10 anos. Com Haimer Leal, Hilda Ruiz e Edison Raigosa.

Após 17 anos, um trabalhador de uma plantação de cana de açúcar volta para casa, conhece seu neto que está doente e tem de lidar com as dificuldades que a família está enfrentando.

 

Dia 28, quarta-feira, 19h, ART 7

28 A vida dos outrosA vida dos outros

(Das Leben der Anderen) de Florian Henckel von Donnersmarck. Alemanha. 2006. 138 min. Drama/Thriller. Sem classificação. Com Ulrich Mühe, Sebastian Koch e Martina Gedeck.

Suspeitos de infidelidade ao comunismo são vigiados por um capitão do serviço secreto, que fica fascinado pelas suas vidas.

*

Janeiro

 

Dia 8, segunda feira, 19h, Mostra de Animação AF

8 - louise a beira marLouise à beira-mar

(Louise en hiver) de Jean-François Laguionie. França. 2016. 75min. Animação. Sem classificação. Com Diane Dassigny, Piera Degli Esposti e Dominique Frot.

Presa num resort após ter perdido o último trem de volta à civilização, Louise, mulher idosa, sobrevive com criatividade e tenacidade.

 

Dia 9, terça feira, 19h, Destaques do Ano

09 - tabuTabu

(Tabu: A story of the south seas) de F. W. Murnau. EUA. 1931. 86min. Drama. Sem classificação. Com Anne Chevalier, Matahi e Hitu.

O amor de um jovem casal é ameaçado quando o sacerdote declara a moça sagrada, portanto, Tabu.

 

Dia 10, quarta-feira, 19h, Art 7

10 - relatos selvagensRelatos Selvagens

(Relatos Selvajes) de Damián Szifron. Argentina. 2014. 122min. Drama. Sem classificação. Com Darío Grandinetti, María Marull e Mônica Villa.

Seis histórias curtas que exploram os extremos do comportamento humano em situações de estresse.

 

Dia 11, quinta-feira, 19h, Cine Africano

11- rumorRumor

(Tabataba) de Raymond Rajaonarivelo. Madagascar/França. 1988. 79 min. Drama/Ação. Sem classificação. Com Philippe Nahoun, François Botozandry e Lucien Dadakisy.

Madagascar (1947), um “estrangeiro” portador dos princípios do Movimento Democrático da Renovação Malagache (MDRM) trava um debate clandestino contra o regime colonial.

 

Dia 12, quinta-feira, 19h, Sessão Curtas

12 - un chant d'amourCanção de amor

(Un chant d’amour) de Jean Genet. França. 1950. 26min. Fantasia. Sem classificação. Com Bravo, Jean Genet e Java.

Dois prisioneiros, em isolamento total, separados por uma parede de cimento, buscam comunicar-se entre si.  

 

12Scorpio rising

De Kenneth Anger. EUA. 1963. 28min. Experimental. Sem classificação. Com Ernie Allo, Bruce Bryon e Frank Carifi.

Exército de motoqueiros gays nazistas fazem suas motocicletas roncarem e queimam o asfalto em busca de dor e prazer.

 

 

Blonde Cobra

De Ken Jacobs. EUA. 1963. 33min. Experimental. Sem classificação. Com Ken Jacobs e Jack Smith.

Homem se encara no espelho e põe sua vida em revisão.

 

Dia 15, segunda feira, 19h, Mostra de Animação AF

15 - a menina sem mãosA menina sem mãos

(La jeune fille sans mains) de Sébastien Laudenbach. França. 2016. 76min. Animação. Sem classificação. Com Anaïs Demoustier, Jérémie Elkaïm e Phillipe Laudenbach.

Passando por necessidade, ferreiro vende a alma da filha para o Diabo. Protegida por sua pureza, ela escapa, mas sem as mãos.

 

Dia 16, terça feira, 19h, Destaques do Ano

16 - a rua da vergonhaA rua da vergonha

(Akasen chitai) de Kenji Mizoguchi. Japão. 1956. 87min. Drama. Sem classificação. Com Machiko Kyo, Aiko Mimasu e Ayako Wakao.

A vida e luta cotidianas de prostitutas em um bordel em Tóquio.

 

 

 

Dia 17, quarta feira, 19h, Art 7

17 - dois irmãosDois Irmãos

(Dos hermanos) de Daniel Burman. Argentina. 2010. 105 min. Drama/Comédia. Sem classificação. Com Graciela Borges, Antonio Gasalla e Osmar Núñez

Eles precisam um do outro, mas não conseguem ficar juntos por muito tempo. Porém, quando sua mãe morre, eles terão que superar seus problemas.

 

Dia18, quinta-feira, 19h, Cine Delas [FLORIPA]

18 - no espelho de maya derenNo espelho de Maya Deren

(Im spiegel der Maya Deren) de Martina Kudlacek. Áustria/República Tcheca/Suíça/Alemanha. 2001. 103min. Documentário. Sem classificação.

Documentário sobre a vida e obra de Maya Deren, pioneira no cinema Avant-Garde dos anos 1940.

 

Dia 19, sexta-feira, 19h, Cine Alemão

19 - querelleQuerelle

De Rainer Fassbinder. Alemanha Ocidental/ França. 1982. 108min. Drama. 18 anos. Com Brad Davis, Franco Nero e Jeanne Moreau.

Marinheiro francês, Querelle chega à uma cidade portuária e passa a frequentar um bordel estranho.

 

 

Dia 22, segunda-feira, 19h, Mostra de Animação AF

22 - ayaAya

(Aya de Yopougon) de Marguerite Abouet e Clément Oubrerie. França. 2013. 84min. Sem classificação. Com Aïssa Maïga, Tella Kpomahou e Tatiana Rojo.

Histórias de amor em Yopougon, bairro na capital da Costa do Marfim.  

 

Dia 23, terça feira, 19h, Destaques do Ano

23 - ano do dragãoO ano do Dragão

(Year of the Dragon) de Michael Cimino. EUA. 1985. 134min. Policial. Sem classificação. Com Mickey Rourke, Arianne e John Lone.

Policial veterano do Vietnã declara guerra de um homem só ao crime organizado em Chinatown.

 

Dia 24, quarta-feira, 19h, Art 7

24 - o clãO Clã

(El Clan) de Pablo Trapero. Argentina/Espanha. 2015. 110 min. Suspense/Drama. Sem classificação. Com Guillermo Francella, Peter Lanzani, Lili Popovich

História real de uma família argentina de classe média alta que ficou conhecida na década de 1980 por sequestrar e matar pessoas.

 

Dia 25, quinta-feira, 19h, Foco em Cinema

25 - victor ou vitoriaVictor ou Vitoria

(Victor Victoria) de Blake Edwards. EUA. 1982. 134min. Comédia. Sem classificação. Com Julie Andrews, James Garner e Robert Preston.

Cantora soprano consegue trabalho fingindo ser homem, o que complica sua vida pessoal.

 

 

 

Dia 26, quinta-feira, 19h, Foco em Cinema

26 - encoreOnce more

De Paul Vechialli. França. 1988. 82min. Drama. Sem classificação. Com Jean-Louis Rolland, Florence Giorgetti e Pascale Rocard.

Homem decide se divorciar da esposa. Logo depois, se apaixona por um homem.

 

 

Dia 29, segunda feira, 19h, Mostra de Animação AF

29 - o melhor de annecy (tigres à la queue leu leu)O melhor de Annecy, 63 min.

Captain 3D, de Victor Haegelin. 2014. 4min.

Plato, de Leonard Cohen. 2011. 8min.

Tigres à la queue leu leu, de Benoît Chieux. 2014. 8min.

La moufle, de Clémentine Robach. 2014. 8min.

La petite casserole d’Anatole, de Eric Montchaud. 2014. 5min.

Ascension, de Caroline Domergue, Martin de Coudenhouve, Thomas Bourdis, Florian Vecchione e Colin Laubry. 2013. 6min.

La grosse bête, de Pierre-Luc Granjon. 2013. 6min.

5 mètres 80, de Nicolas Deveaux. 2013. 5min.

Premier Automne, de Aude Danset e Carlos de Carvalho. 2013. 10min.

Le jardin enchanté, de Viviane Karpp. 2011. 3min.

 

Dia 30, terça feira, 19h, Destaques do Ano

30 - europa 51Europa 51

De Roberto Rossellini. Itália. 1952. 118min. Drama. Sem classificação. Com Ingrid Bergman, Alexander Knox e Ettore Giannini.

Após suicídio de seu filho único, mulher burguesa decide dedicar sua vida à ajudar os menos afortunados, com consequências trágicas.

 

Dia 31, quarta-feira, 19h, Art 7

31Um Conto Chinês

(Un cuento chino) de Sebastián Borensztein. Argentina/Espanha. 2010. 100 min. Drama/Comédia. Sem classificação. Com Ricardo Darín, Ignacio Huang e Muriel Santa Ana.

O ranzinza Roberto vive de maneira metódica. Mas sua rotina muda quando um chinês que não fala uma palavra de espanhol aparece em seu caminho.

Blogspot Twitter