Fundação Badesc abre “A imagem (des)construída”

fevereiro 20, 2015 | Sem categoria

Mostra reúne obras que trabalham a litografia como processo artístico

U$10.000, de Eduardo Amato. 2013.

U$10.000, de Eduardo Amato.

 

Obras em litografia compõem a exposição “A imagem (des)construída”, que abriu em 26 de fevereiro, quinta-feira, às 19h, no Espaço Fernando Beck da Fundação Cultural Badesc, em Florianópolis.

Com o objetivo de mostrar a litografia como um processo artístico, a mostra reúne os trabalhos de Dalton Reynaud, Eduardo Amato, Francisco Anibal Santos, Jozé Roberto da Silva, Julcimarley Totti, Lahir Ramos, Larocca, Maria Lucia de Júlio, Maria Teresa Calmos Abagge e Valdir Francisco, e mostra o trabalho que desenvolveram nos ateliês do Solar Barão – Museu da Gravura Cidade de Curitiba.

A reunião da produção dos 10 artistas apresenta múltiplas possibilidades de (des)construção como processo artístico, além de deixar a interpretação em aberto para cada um. Ampliando as discussões sobre a litografia, o projeto busca, além disso, trocar experiências com outros processos e contextos artísticos.

“O projeto ‘A imagem (des)construída’ busca viabilizar atividades que possibilitem o conhecimento do fazer artístico e técnico da litografia, assim estimulando a produção local” diz Maria Lúcia de Júlio, mentora do exposição.

 

O quê: exposição “A imagem (des)construída”. Quando: visitação até 1º de abril, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h. Onde: Espaço Fernando Beck da Fundação Cultural Badesc. Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis. Fone 3224-8846. Quanto: gratuito.

Tags:

Deixe seu comentário

Blogspot Twitter