Programação do Cineclube em Setembro

setembro 1, 2018 | CINECLUBE

Dia 01, sábado
15h, Anime
Paprika
De Satoshi Kon. Japão. 2006. 90 min. Animação. 12 anos.
Num futuro próximo, o Dr. Tokita inventa um poderoso aparelho chamado DC-Mini, que torna possível o acesso aos sonhos das pessoas.

Dia 04, terça-feira
19h, Cine Francês AF
Félicité
De Alain Gomis. França. 2017. 129 min. Drama. Sem classificação. Com Véro Tshanda Beya Mputu, Gaetan Claudia e Papi Mpaka.
Félicité é uma cantora congolesa que precisa desesperadamente de dinheiro quando seu filho de 14 anos sofre um grave acidente.

Dia 05, quarta-feira
19h, ART 7: Robert Bresson e a literatura russa
A grande testemunha
(Au hasard Balthazar) de Robert Bresson. França. 1966. 95 min. Drama. Sem classificação. Com Anne Wiazemsky, Francois Lafarge e Philippe Asselin.
Balthazar é um burro constantemente explorado, que passa de dono em dono.

Dia 11, terça-feira
19h, 20 anos depois
O sanduíche frio está fora de foco
De Fábio Brüggemann. Brasil, SC. 1998. 55 min. Ficção. Livre. Com Dennis Radünz, Marcelo Perna e Marisa Naspolini.
Dois personagens do romance inacabado de Gustav Flaubert, Bouvard e Pécuchet, chegam a Ilha de Santa Catarina e planejam fazer um filme. Mediação: Fábio Brüggemann, diretor.

Dia 12, quarta-feira
19h, ART 7: Robert Bresson e a literatura russa
Uma mulher delicada
(Une femme douce) de Robert Bresson. França. 1969. 88 min. Drama. Sem classificação. Com Dominique Sanda, Jeanne Lobre e Guy Frangin.
O filme conta, por meio de flashbacks, a história de uma mulher infeliz por não conseguir se adaptar ao comportamento e caráter do marido.

Dia 13, quinta-feira | Semana Integrada do Ceart
19h, Imagens Políticas
Roma de Fellini
(Roma) de Frederico Fellini. Itália. 1972. 120 min. Comédia. 12 anos. Com Britta Barnes, Peter Gonzales Falcon e Fiona Florence.
As cores, as artes, personagens e o ritmo das ruas da capital italiana sob o olhar de Fellini. Mediação: Leandro Lunelli doutoranda em Teatro e, integrante do grupo Imagens Políticas (Udesc).

Dia 14, sexta-feira | Semana Integrada do CEART
19h, Sessão Divã
Lixo extraordinário
De Lucy Walker e João Jardim. Inglaterra, Brasil. 2010. 100 min. Documentário. Livre.
Registro do trabalho do artista plástico Vik Muniz no Jardim Gramacho (RJ), maior aterro sanitário da América Latina. Mediação: Luísa Bresolin, doutoranda em Direito (UFSC) e Taoana Padilha, psicanalista.

Dia 18, terça-feira
19h, Cine Africano
Mulher, casa, carro, dinheiro
(FVVA: Femme, villa, voiture, argent) de Moustapha Alassane. Nigéria. 1972. 64 min. Drama. Sem classificação. Com Zingare Abdoulaye, Sawadogo Bintou e Sotigui Kouyaté.
Ali é a imagem da África moderna. Casado por tradição com Haoua, moça da aldeia, conhece Henriette, garota da cidade, desinibida e provocante. Mediação: Alex Brandão, bacharel em Cinema, integrante do LEHAF/UFSC.

Dia 19, quarta-feira
19h, ART 7: Robert Bresson e a literatura russa
Quatro noites de um sonhador
(Quatre nuits d’un rêveur) de Robert Bresson. França. 1971. 87 min. Drama. Sem classificação. Com Isabelle Weingarten, Guillaume des Forets e J.M. Monnoyer.
Homem solitário encontra uma moça chorosa que pensa em se matar à beira de uma ponte e se apaixona perdidamente por ela.

Dia 20, quinta-feira
19h, Infância, Cultura e Arte
Vermelho como o céu
(Rosso come il cielo) de Cristiano Bortone. Itália. 2008. 96 min. Drama. Livre. Com Francesco Campobasso, Luca Capriotti e Marco Cocci.
Micro é um garoto de 10 anos apaixonado por cinema que após um acidente perde a visão. Mediação: Lídia Coutinho e Gislene Natera, doutorandas em Educação, integrantes do NICA/UFSC.

Dia 21, sexta-feira
19h, Psicanálise vai ao Cinema
O quarto de Jack
(The room) de Lenny Abrahamson. Canadá, Irlanda, EUA, RU. 2016. 118 min. Drama/Suspense. 14 anos. Com Brie Larson, Jacob Tremblay e Joan Allen.
Ao lado da mãe, um menino de 5 anos não conhece nada além do quarto onde nasceu.

Dia 25, terça-feira
17h, Foco em Cinema
O revelador
(Le révélateur) de Philippe Garrel. França. 1968. 65 min. Drama. 14 anos. Com Laurent Terzieff, Bernadette Lafont e Stanislas Robiolle.
Uma criança de 4 anos funciona como ponto nodal de uma constante fuga epifânica familiar, carregada de símbolos religiosos e de enfrentamento natural e social. Mediação: Bruno Andrade, crítico de cinema.

19h, Foco em Cinema
O anjo nasceu
De Júlio Bressane. Brasil. 1969. 90 min. Drama. 14 anos. Com Norma Bengell, Hugo Carvana e Milton Gonçalves.
Santamaria e Urtiga são dois bandidos do Rio de Janeiro que saem pela cidade praticando atos de violência. Santamaria é místico e acredita que, dessa forma, estará se aproximando de um anjo que limpará sua alma. Mediação: Bruno Andrade, crítico de cinema.

Dia 26, quarta-feira
19h, ART 7: Robert Bresson e a literatura russa.
O dinheiro
(L’argent) de Robert Bresson. França, Suíça. 1983. 85 min. Drama. Sem classificação. Com Christian Patey, Vincent Risterucci e Caroline Lang.
Um entregador honesto perde o emprego por causa de uma nota falsa que recebeu.

Dia 27, quinta-feira
19h, Cine Delas [Floripa]
O cárcere e a rua
De Liliana Sulzbach. Brasil. 2004. 80 min. Documentário. 12 anos.
A vida de três mulheres internas na penitenciária feminina Madre Pelletier, no Rio Grande do Sul. Mediação:
Christiane Maria Castellen, arte-educadora e coordenadora do projeto Construindo (MHSC).

Dia 28, sexta-feira
19h, Documentário Histórico
Espaço sagrado
de Geraldo Sarno. Brasil. 1975. 13 min. Documentário. Livre.
O espaço sagrado de um candomblé típico do Recôncavo Baiano, com suas diferentes origens e sincretismos entre etnias africanas e indígenas.
Orixá Ninú Ilê
de Juana Elbein. Brasil. 1978. 25 min. Documentário. Livre.
A organização hierárquica e os conteúdos de um terreiro nagô.
Mediação: Prof. Dr. Rafael Hagemeyer (LIS/UDESC).

Dia 29, sábado
14h30, Cidades do amor
Paris, eu te amo
(Paris, je t’aime) de Alfonso Cuarón, Walter Salles e outros. EUA. 2006. 120 min. Comédia/Drama. 12 anos. Com Juliette Binoche, Leonor Watling e Ludivine Sagnier.
Coletânea de 21 curtas sobre a cidade de Paris sob o olhar de diferentes diretores.

17h, Cidades do amor
Nova York, eu te amo
(New York, I love you) de Fatih Akin, Mira Nair e outros. EUA. 2008. 103 min. Comédia/Drama. 14 anos. Com Shia LaBeouf, Natalie Portman e Bradley Cooper.
Coletânea de 11 contos sobre a cidade de Nova York sob o olhar de diferentes diretores.

Tags:

Deixe seu comentário

Blogspot Twitter