Sérgio Adriano H. faz intervenção artística no muro da Fundação Cultural Badesc

novembro 17, 2018 | EXPOSIÇÕES, WORKSHOP

Ação será realizada nos dias 21 e 22 de novembro. Dia 23 acontece workshop com o artista

 

O artista Sérgio Adriano H. fará intervenções urbanas no muro externo da Fundação Cultural Badesc, em Florianópolis, nos dias 21 e 22 de novembro. A Exposição/Ação Ruptura do Invisível poderá ser acompanhada pelo público das 12 às 17h. A curadoria da intervenção é de Fabiana Lopes.

De acordo com o artista, serão apresentadas 12 fotografias do projeto Ruptura do Invisível das séries Preto de Alma Branca e Branco de Alma Preta. São registros fotográficos de duas ações realizadas no estúdio em 2013, em que Sérgio pinta o próprio rosto de branco e chora lágrimas pretas e, em seguida, pinta o rosto de preto e chora lágrimas brancas.

“Nesta etapa da pesquisa/projeto as fotografias da série sofrem uma interferência nas imagens com sabão em pó e água sanitária. A ação desses dois materiais provoca, no ato embranquecer, uma nova imagem: o embranquecimento cultural”, explica o artista.

 

Workshop

No dia 23, o artista promove o workshop Fotoperfomance: imagem filosófica do corpo. No encontro, das 9 às 13h, Sérgio vai fomentar um diálogo entre fotografia, performance, corpo, imagem, representação e filosofia para análise. São apenas 20 vagas e as inscrições podem ser feitas diretamente na Fundação Cultural Badesc,

 

O artista

Sérgio Adriano H., nascido em Joinville, em 1975, é artista visual, performer, pesquisador e produtor cultural. Vive, estuda e produz entre as cidades de Joinville e São Paulo. É formado em Artes Visuais, mestre em Filosofia (Faculdade de São Bento (SP), integra o Grupo P.S. com a artista Priscila dos Anjos e tem obras em acervos públicos e particulares. Em 2014, foi selecionado como um dos 30 artistas mais influentes de Santa Catarina, tendo sua biografia incluída no livro Construtores das Artes Visuais: Cinco Séculos de Artes em Santa Catarina.

Em 2014, em São Paulo, funda a Residência Artística Diva Base 44, com o propósito de acolhimento de artistas de diferentes nacionalidades com o qual quer resignificar o cotidiano e a urbe a partir da arte. Como artista participou da Curatoría Forense Residências de Arte Contemporânea, Villa Alegre, Chile, 2014;

Premiações, destaque: Medalha Victor Meirelles 2018 – título de Personalidade do Ano em Artes Visuais, concedido pela Academia Catarinense de Letras e Artes (Acla); Aliança Francesa de Arte Contemporânea 2018; Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura Estado de Santa Catarina 2014 e 2017; 3° Salão das Artes, Mogi das Cruzes – SP, 2016; 10° Salão Nacional Elke Hering, Blumenau SC 2012; 10° Salão Nacional de Arte, Itajaí SC 2005. Acervos: Museu de Santa Catarina; Museu de Itajaí; Museu de Arte de Blumenau.

Contabiliza mais de 90 exposições, destaque: 8° Bienal Argentina de Fotografia Documental, Tucumano, 2018; Somos Todos Iguais – Centro Cultural de Justiça Federal, Rio de Janeiro, 2018; Bienal das Artes – SESC, Brasília, 2018; Absurdo é ter Medo – Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos, Rio de Janeiro, 2018; Desterro Desaterro – arte contemporânea em Santa Catarina, Museu de Arte de Santa Catarina, Florianópolis, 2018; Antípodas – Diverso e Reverso, Bienal de Curitiba, Curitiba, 2017; Antípodas Contemporâneas, Bienal de Curitiba – Pólo SC, Florianópolis, 2017; Diálogo Ausentes, Itaú Cultural, São Paulo, 2016/17 e Complexo da Maré,  Rio de Janeiro, 2017;  Umas e Outros – Acervo de Fotografia e Vídeo MASC, Museu de Arte de Santa Catarina, Florianópolis, 2017; O céu é o limite – Museu da Gravura Cidade de Curitiba, 2015; A Dúvida da Verdade, Fundação Badesc, Florianópolis, 2015; Panorama Santa Catarina SESC, Jaraguá do Sul, 2009 e 2011.

Em 2003, com a artista Priscila dos Anjos forma o Grupo P.S.: 5° Festival Internacional de Cinema e Direitos Humanos, Montevidéu (Uruguai), 2016; Rumos Artes Visuais: Convite à Viagem, Itaú Cultural – São Paulo, 2012 e Paço Imperial, Rio de Janeiro, 2013; Rumos Artes Visuais: Volta ao Mundo em 80 dias, Centro Cultural Octo Marques, Goiânia, 2012; Convite projeto ARCADEMIA de Dora Longo Bahia 28ª Bienal de São Paulo – SP, 2008.

 

Serviço

Exposição/Ação Ruptura do Invisível com o artista Sérgio Adriano H. com curadoria de Fabiana Lopes

Data:  21 e 22 de novembro – quarta e quinta-feira

Horário: 12 às 17h

Local: Fundação Cultural Badesc – Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro – Florianópolis/SC

Telefone: (48) 3224-8846

Entrada gratuita

 

Serviço

Workshop Fotoperfomance: imagem filosófica do corpo com o artista Sérgio Adriano H.

Data:  23 de novembro – sexta-feira

Horário: 9 às 13h

local: Fundação Cultural Badesc – Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro – Florianópolis/SC

Telefone: (48) 3224-8846

20 vagas e inscrições gratuitas podem ser feitas diretamente na Fundação Cultural Badesc

 

 

Tags:

Deixe seu comentário

Blogspot Twitter