A passagem do tempo é tema do debate online na Sessão Divã

De Júlia Murat. Brasil. 2011. 98 min. Drama. 10 anos. Com Sonia Guedes, Lisa Fávero, Luis Serra.

Promovida pelo Cineclube da Fundação Cultural BADESC, em parceria com o Fórum Lacaniano de Florianópolis, live será no dia 10 de julho

Histórias que só existem quando lembradas – crédito Divulgação

O longa nacional Histórias Que Só Existem Quando Lembradas, da diretora Júlia Murat, será tema do debate online da Sessão Divã que acontece às 19h do dia 10 de julho no canal do YouTube da Fundação Cultural BADESC. O filme de 2011, fala sobre a passagem do tempo e sobre pertencer, seja em reclusão ou em encontrar o seu lugar no mundo.

Na live promovida pelo Cineclube da Fundação Cultural Badesc, em parceria com o Fórum Lacaniano de Florianópolis, vão participar como comentaristas o pesquisador independente em Psicanálise, Filosofia e Estética, Ricardo Miranda e o psicanalista membro do Fórum do Campo Lacaniano e mestrando em teoria psicanalítica pela UFSC, Leojorge Panegalli.

O bate-papo online será mediado pela cineasta e curadora do Cineclube da Fundação, Vanessa Sandre. E as pessoas que acessarem o link podem participar da conversa ao enviar questionamentos pelo chat.

O filme pode ser assistido gratuitamente no site Looke.

Histórias Que Só Existem Quando Lembradas

De Júlia Murat. Brasil. 2011. 98 min. Drama. 10 anos.
Com Sonia Guedes, Lisa Fávero, Luis Serra.

Sinopse: Jotuomba fica localizada no Vale do Paraíba, no estado do Rio de Janeiro. Nos anos 30 as até então ricas fazendas de café foram à falência, derrubando a economia local. Madalena (Sônia Guedes), uma velha padeira, continua vivendo na cidade. Ela é muito ligada à memória de seu marido morto, que está enterrado no único cemitério local, hoje trancado. Sua vida começa a mudar quando Rita (Lisa E. Fávaro), uma jovem fotógrafa, chega na cidade.

Serviço: Sessão Divã online debate o filme Histórias Que Só Existem Quando Lembradas

Data: 10 de julho – sexta-feira
Horário: 19h
Local: Canal da Fundação Cultural BADESC no YouTube.

Compartilhe este post: