Exposição ! é o que há

Em dezembro e janeiro, os funcionários da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) vão estranhar as paredes vazias da instituição. Sessenta obras representativas de arte moderna e contemporânea deixam a sede pela primeira vez para serem apresentadas ao grande público na exposição ! é o que há.

Este acervo é composto por pintura, fotografia, escultura, desenho, gravura e tapeçaria, que marcaram as exposições realizadas no Espaço Fernando Beck, entre 1991 e 2005, quando a galeria funcionava no hall do Badesc. A partir de 2006, o Espaço passou a ser abrigado pela Fundação Cultural Badesc, instalada em um casarão dos anos 1920 que serviu de residência ao ex-presidente Nereu Ramos.

O conjunto das obras é agora apresentado pelo curador Fernando Boppré. Ao mostrá-las deste modo, todas juntas em um mesmo espaço, “repete-se a generosidade dos 60 artistas que doaram suas obras à instituição. Se assim o fizeram, nada melhor do que reservar um espaço nessa mostra para cada um deles”, reflete.

A lista é extensa e significativa da arte feita em Santa Catarina nas últimas três décadas e inclui Rodrigo de Haro, Antônio Mir, Loro, Lú Pires, Sílvio Pléticos, Hassis, Janor Vasconcelos, Vera Sabino, Elke Hülse, Elisa Iop, Ivo Silva, Guido Heuer, Rodrigo Cunha, Rubens Oestroem, Neri Andrade, Eli Heil, Sílvio Pléticos, Edson Machado e Mário Avancini, entre dezenas de outros nomes.

Compartilhe este post: