ICONOGRAFIA 344

A cuidadosa curadoria do também colecionador Ylmar Corrêa Neto permite ao público conhecer documentos raros, pinturas, desenhos, gravuras, mapas e livros originais que nunca haviam sido expostos. Em contraponto, obras de arte modernas e contemporâneas sobre a Ilha articulam representações entre o presente e o passado.

RETRATOS FANTÁSTICOS, de Carol Krügel

Trabalhando principalmente com lápis sobre papel envelhecido, a artista cria retratos de seres fantásticos, criando fotografias desses personagens nesse mundo antigo inventado, onde se apresentam como precisamente históricas e ao mesmo tempo com algo de irreal.

EXTREMOS, de Tereza Bossler

Extremos tratou do fluxo cada vez maior de veículos nas grandes cidades, provocado pela ânsia de ocupar maior espaço em menor tempo, que faz com que os cidadãos se esqueçam de diminuir o ritmo e desacelerar. A instalação adquiriu um corpo que evocava o caráter efêmero da vida e dos objetos, a partir do vidro, perpetuando-se no meio de nós.

ESCRITO, de Maíra Dietrich

Escrito foi uma instalação que alinhou questões do pensamento gráfico, problematizando uma simbiose entre o desenho e a escrita, representado pelo desperdício da linha que poderia ser escrita e transformada em gesto repetitivo e vazado, indicado pelo desaparecimento da página sendo rasgada.