CINECLUBE JANEIRO

Nossas raízes, nossa luta, de Carlos Portella Nunes

Dia 05, segunda-feira, 19h, Cine Doc Catarina

Nossas raízes, nossa luta

De Carlos Portella Nunes. Brasil, 2014. 60min. Documentário. Livre.

A luta pela preservação e valorização de cantos esquecidos das cidades históricas de Biguaçu, Antônio Carlos e Governador Celso Ramos, em Santa Catarina.

 

Ouvir o rio, de Marcela Lordy

Dia 06, terça-feira, 19h, Cine Doc

Ouvir o Rio: Uma Escultura Sonora de Cildo Meireles

De Marcela Lordy. Brasil, 2013. 79min. Documentário. Livre.

O registro da busca do som das principais bacias hidrográficas brasileiras — Foz do Iguaçu a Pororoca do Macapá, do Parque das Águas Emendadas e a Foz do rio São Francisco.

 

Sinfonia de Paris, de  Vincent Minelli 2

Dia 07, quarta-feira, 19h, Cine Art 7 Musical

Sinfonia de Paris

(An american in Paris) de Vincent Minelli. EUA. 1955. 113min. Musical. Livre. Com Gene Kelly, Leslie Caron, Oscar Levant.

Veterano de guerra tenta viver como pintor em Paris, mas apaixona-se pela noiva do parceiro musical de seu amigo pianista.

 

Seo Chico, de José Rafael Mamigonian

Dia 08, quinta-feira, 19h, Cine Doc Catarina

Seo Chico um retrato

De José Rafael Mamigonian. Brasil, 2007. 95min. Documentário. Livre.

Tributo afetuoso a Seo Chico como modo de preservar a cadência natural do tempo do engenho no Sertão dos Indaiás.

 

O Filho do homem, de Mark Donford-May

Dia 09, sexta-feira, 19h, Cine Africano

O filho do homem

(Son of Man) de Mark Donford-May. África do Sul. 2012. 86 min. 16 anos. Com

Andile Kosi, Andries Mbali, Mvuyisi Mjali, Pauline Malefane.

Interpretação contemporânea do Novo Testamento, num tempo de corrupção e redenção ambientada na África.

 

O olho do astrônomo, de Stan Neumann2

Dia 12, segunda-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

O olho do astrônomo

(L’Oeil de l’astronome) De Stan Neumann. França, 2012. 90min. 14 anos. Com Denis Lavant, Elise Caron, Max Baissette de Malglaive.

O surgimento de um dos primeiros telescópios permite  a um astrônomo enfim explorar o céu, vendo então coisas que jamais havia visto.

 

Hoje, de Alain Gomis

Dia 13, terça-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

Hoje

(Aujourd’hui) de Alain Gomis. Senegal/França, 2012. 86min. Drama. 14 anos. Com Saul Williams, Aïssa Maïga, Anisia Uzeyman.

Acreditando ser o último dia de sua vida, homem decide voltar ao Senegal, sua terra natal e relembrar sua infância, suas histórias de família e seus amores.

 

Sete noivas para sete irmaos, de Sntaley Donen 2

Dia 14, quarta-feira, 19h, Cine Art 7 Musical

Sete noivas para sete irmãos

(Seven brides for seven brothers) de Stanley Donen. EUA, 1954. 102min. Musical. Com Jane Powell, Howard Keel, Jeff Richards.

Em um rancho, nas montanhas, quando o mais velho de sete irmãos solteiros arranja uma noiva, os demais também resolvem procurar uma companheira.

 

Belle epine de Rebecca Zlotowski

Dia 15, quinta-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

Belle épine

De Rebecca Zlotowski. França, 2010. 80min. 14 anos. Com  Léa Seydoux, Anaïs Demoustier, Agathe Schlenker.

Garota solitária encontra grupo de motoqueiros rebeldes e tenta transformar a solidão em liberdade.

 

O baile das atrizes, de Maïwenn Le Besco 2

Dia 16, sexta-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

O baile das atrizes

(Le Bal Des Actrices) de Maïwenn Le Besco. França, 2009. 105min. 14 anos. Com  Jeanne Balibar, Romane Bohringer, Julie Depardieu.

Enquanto filma documentário sobre vários tipos de atrizes, o diretor se apaixona por uma delas.

 

Villa Amalia, de Benoit Jacquot

Dia 19, segunda-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

Villa Amalia

De Benoît Jacquot. Suíça/França, 2009. 94min. 14 anos. Com  Isabelle Huppert, Jean-Hugues Anglade, Xavier Beauvois.

Uma pianista de sucesso vê seu amor beijando outra mulher e então decide abandonar tudo e se redescobrir numa jornada à uma ilha.

 

17 garotas, de Delphine Coulin

Dia 20, terça-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

17 Garotas

(17 Filles) de Delphine Coulin. França, 2011. 86min. 14 anos. Com Louise Grinberg, Juliette Darche, Roxane Duran.

Garota engravida acidentalmente e suas amigas de escola decidem fazer o mesmo chocando a cidade.

 

Cinderela em Paris, de Stanley Donen

Dia 21, quarta-feira, 19h, Cine Art 7 Musical

Cinderela em Paris

( Funny face) de Stanley Donen. EUA. 1956. 103min. Musical. Livre. Com Audrey Hepburn. Fred Astaire, Kay Thompson.

Balconista de livraria se torna novo rosto de revista  e viaja a Paris sob a condição de poder conhecer um intelectual que ela idolatra.

 

Landes, de François-Xavier Vives

Dia 22, quinta-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

Landes

De François-Xavier Vives. França, 2013. 95min. Comédia. Com Jalil Lespert, Marie Gillain, Miou-Miou.

Mulher se empenha a seguir o trabalho do falecido esposo e levar a luz elétrica para as aldeias habitadas por seus inquilinos.

 

Pele de Asno, de Jacques Demy

Dia 23, sexta-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

Pele de asno

(Peau d’âne) de Jacques Demy. França, 1970. 100min. Livre. Com Catherine Deneuve, Jean Marais, Jacques Perrin.

Fada madrinha ajuda moça a se tornar feia para que ela não seja obrigada a casar com o homem que não ama.

 

French Cancan, de Jean Renoir2

Dia 26, segunda-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

French Cancan

De Jean Renoir. França, 1955.  97min. Musical. 14 anos. Com Jean Gabin, Françoise Arnoul, María Félix.

Senhor recruta jovens garotas atraentes para participar de sua nova companhia teatral, que na verdade será cabaré de cancan.

 

A batalha de Solferino, de Vincent Macaigne

Dia 27, terça-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

A batalha de Solferino

(La Bataille de Solférino) de Justine Triet. França, 2013. 94min. Drama. 14 anos. Com Laetitia Dosch, Vincent Macaigne, Arthur Harari.

Vida de jornalista muda drasticamente quando encontra seu seu ex-marido exigindo ver as filhas.

 

Meus dois carinhos, de George Sidney

Dia 28, quarta-feira, 19h, Cine Art 7 Musical

Meus dois carinhos

(Pal Joey) de George Sidnay. EUA, 1957. 111min. Musical. Livre. Com Rita Hayworth, Frank Sinatra, Kim Novak.

Cantor envolve-se em triangulo amoroso ao mesmo tempo que tenta abrir uma casa de espetáculos.

 

Um lugar na terra, de Fabien Godet

Dia 29, quinta-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

Um lugar na terra

(Une place sur la Terre) de Fabienne Godet. França, 2013. 100min. Livre. Comédia. Com Benoît Poelvoorde, Ariane Labed, Max Baissette de Malglaive.

Tendo apenas um garotinho como amigo um fotógrafo infeliz se apaixona pela vizinha pianista.

 

Ombline, de Stéphane Cazes

Dia 30, sexta-feira, 19h, Ciclo de Cinema Francês AF

Ombline

De Stéphane Cazes. França / Bélgica. Com Catherine Salée, 2012. Drama. 95min. 14 anos. Com Corinne Masiero, Mélanie Thierry.

Uma jovem mulher de vinte anos é condenada à três anos de prisão depois de ter praticado a uma agressão violenta.

Compartilhe este post: