testeira coleta

COLETA E BROTO

MARCIA SOUSA

CURADORIA DE SILVANA MACEDO

ESPAÇO FERNANDO BECK | 19 DE FEVEREIRO A 16 DE MARÇO DE 2019

A artista propõe uma relação afetiva a partir das formas orgânicas presentes na natureza, buscando imprimir leveza ao olhar, ao gesto artístico e às relações criadas ao longo dos processos. A coleta de sementes e o registro de lugares em que brotam elementos vegetais geram instalações, imagens fotográficas, gravuras em metal, um livro de artista e um vídeo. Marcia Sousa é graduada pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP), mestre em Processos Artísticos Contemporâneos pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e doutora em Poéticas Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Vive e trabalha em Pelotas como artista visual, pesquisadora e professora.

Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Instruções para coletar folhas de goiabeira em seu próprio jardim, 2014-2016. Publicação, impressão offset sobre papel Pólen Bold, tiragem 750 exemplares, 31,5x46cm.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição ColeExposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa. Foto de Alecxandro Nascimentota e Broto, de Marcia Sousa, foto de Alecxandro Nascimento
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Reunião de vidas, 2015-2016. Gravura, fotopolímero sobre papel de algodão, 20,5x13,5.
Reunião de vidas, 2015-2016. Gravura, fotopolímero sobre papel de algodão, 28x18,5cm.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em cores, 43,5x29cm.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em cores, 43,5x29cm.
lugar que brota (série a cada como solo), 2014-2015. Fotografia em preto e branco, 27x18cm cada.
lugar que brota (série a cada como solo), 2014-2015. Fotografia em preto e branco, 27x18cm cada.
lugar que brota (série a cada como solo), 2014-2015. Fotografia em preto e branco, 27x18cm cada.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em preto e branco, 29x43,5cm.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em preto e branco, 29x43,5cm.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
manto vegetal, 2015-2016. Vídeo (frame), 3'30''.
manto vegetal, 2015-2019. Vídeo em preto e branco (frame), 4'05''.
entre-casas (série "a casa como solo"). Fotografia, publicação (postais), 13x9cm cada. Foto Alecxandro Nascimento
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
coleta (onde o teu desenho me toca), 2014-2016. Fotografia em cores, 47x31cm.
E levito, voo de semente, 2013-2016. Instalação, dimensões variadas. Foto Alecxandro Nascimento
E levito, voo de semente, 2013-2016. Instalação, dimensões variadas.
desenhos no oco do desenho (anéis), 2014 - 2017. Fotografia em cores, 41x27cm.
desenhos no oco do desenho (anéis), 2014 - 2017. Fotografia em cores, 41x27cm.
partilhar o voo, 2019. Instalação (cerca de 970 sementes voadoras de Tipuana coletadas em Florianópolis em janeiro de 2019, dimensões variáveis.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Instruções para coletar folhas de goiabeira em seu próprio jardim, 2014-2016. Publicação, impressão offset sobre papel Pólen Bold, tiragem 750 exemplares, 31,5x46cm.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa. Foto de Alecxandro Nascimento
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Reunião de vidas, 2015-2016. Gravura, fotopolímero sobre papel de algodão, 20,5x13,5.
Reunião de vidas, 2015-2016. Gravura, fotopolímero sobre papel de algodão, 28x18,5cm.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em cores, 43,5x29cm.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em cores, 43,5x29cm.
lugar que brota (série a casa como solo), 2014-2015. Fotografia em preto e branco, 27x18cm cada.
lugar que brota (série a casa como solo) (detalhe), 2014-2015. Fotografia em preto e branco, 27x18cm cada.
lugar que brota (série a casa como solo) (detalhe), 2014-2015. Fotografia em preto e branco, 27x18cm cada.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em preto e branco, 29x43,5cm.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em preto e branco, 29x43,5cm.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
manto vegetal, 2015-2016. Vídeo (frame), 3'30''.
manto vegetal, 2015-2019. Vídeo em preto e branco (frame), 4'05''.
entre-casas (série "a casa como solo"). Fotografia, publicação (postais), 13x9cm cada. Foto Alecxandro Nascimento
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
coleta (onde o teu desenho me toca), 2014-2016. Fotografia em cores, 47x31cm.
E levito, voo de semente, 2013-2016. Instalação, dimensões variadas. Foto Alecxandro Nascimento
E levito, voo de semente, 2013-2016. Instalação, dimensões variadas.
desenhos no oco do desenho (anéis), 2014 - 2017. Fotografia em cores, 41x27cm.
desenhos no oco do desenho (anéis), 2014 - 2017. Fotografia em cores, 41x27cm.
partilhar o voo, 2019. Instalação (cerca de 970 sementes voadoras de Tipuana coletadas em Florianópolis em janeiro de 2019), dimensões variáveis.
Exit full screenEnter Full screen
previous arrow
next arrow
 
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Instruções para coletar folhas de goiabeira em seu próprio jardim, 2014-2016. Publicação, impressão offset sobre papel Pólen Bold, tiragem 750 exemplares, 31,5x46cm.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa. Foto de Alecxandro Nascimento
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Reunião de vidas, 2015-2016. Gravura, fotopolímero sobre papel de algodão, 20,5x13,5.
Reunião de vidas, 2015-2016. Gravura, fotopolímero sobre papel de algodão, 28x18,5cm.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em cores, 43,5x29cm.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em cores, 43,5x29cm.
lugar que brota (série a casa como solo), 2014-2015. Fotografia em preto e branco, 27x18cm cada.
lugar que brota (série a casa como solo) (detalhe), 2014-2015. Fotografia em preto e branco, 27x18cm cada.
lugar que brota (série a casa como solo) (detalhe), 2014-2015. Fotografia em preto e branco, 27x18cm cada.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em preto e branco, 29x43,5cm.
coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em preto e branco, 29x43,5cm.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
manto vegetal, 2015-2016. Vídeo (frame), 3'30''.
manto vegetal, 2015-2019. Vídeo em preto e branco (frame), 4'05''.
entre-casas (série "a casa como solo"). Fotografia, publicação (postais), 13x9cm cada. Foto Alecxandro Nascimento
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
Exposição Coleta e Broto, de Marcia Sousa.
coleta (onde o teu desenho me toca), 2014-2016. Fotografia em cores, 47x31cm.
E levito, voo de semente, 2013-2016. Instalação, dimensões variadas. Foto Alecxandro Nascimento
E levito, voo de semente, 2013-2016. Instalação, dimensões variadas.
desenhos no oco do desenho (anéis), 2014 - 2017. Fotografia em cores, 41x27cm.
desenhos no oco do desenho (anéis), 2014 - 2017. Fotografia em cores, 41x27cm.
partilhar o voo, 2019. Instalação (cerca de 970 sementes voadoras de Tipuana coletadas em Florianópolis em janeiro de 2019), dimensões variáveis.
previous arrow
next arrow

APRESENTAÇÃO

coleção-arquivo de casas que brotam, 2014-2016. Fotografia em preto e branco, 29x43,5cm.
desenhos no oco do desenho (anéis), 2014 - 2017. Fotografia em cores, 41x27cm.

Uma folha cai no mais profundo silêncio. Sementes voam ao vento. A vida brota na fresta da parede em ruína. E proliferam desenhos, fotografias, gravuras e instalações.

Marcia Sousa dedica seu tempo ao ínfimo.
Seu olhar se demora justamente naquilo que escapa aos corações desatentos. Dá as costas ao espetáculo massificado da sociedade de consumo. Por onde anda, Marcia Sousa se inclina para alcançar as desimportâncias do mundo orgânico das quais nos fala Manoel de Barros, abarca em seu gesto a instância do inframince Duchampiano, e se encanta com o infraordinário que Georges Perec também exalta em sua escrita poética.
Esse movimento da artista é sim um ato de resistência, apontando para outra relação com a vida, com o tempo e com o ambiente que a cerca e nutre. O pensamento vegetal de Marcia Sousa cresce como as gavinhas tateantes de uma parreira, se apoiando na literatura, botânica e filosofia, para desenvolver um trabalho artístico processual, reflexivo e delicado.

A exposição coleta e broto interliga dois eixos distintos por uma relação de ordem temporal: o tempo das plantas que brotam, crescem, frutificam, dão sementes que por sua vez brotarão e iniciarão novos ciclos.

No núcleo coletar as plantas e sementes coletadas são apresentadas dissociadas do seu contexto original: fotografadas em fundo branco ou posicionadas dentro de caixas de acrílico. Essa configuração nos remete, inicialmente, ao olhar científico e à ordem taxionômica dada pela Botânica. Entretanto, em um segundo momento percebemos a constante presença do gesto da artista nas fotografias de coleta, enfatizando o tato, o contato afetivo da mão que resgata o elemento vegetal e o traz para o âmbito do devaneio poético. Há uma suspensão do tempo, as frágeis formas tornam-se matéria de sonhos, revelando seu alumbramento com a força de vida contida nas sementes. Cuidadosamente guardadas, as sementes adquirem uma qualidade enigmática, se tornam relíquias valiosas a serem preservadas. Carregam em si o mistério da árvore porvir.

No núcleo brotar encontramos a força e a resiliência da vida vegetal que rompe a dureza do concreto, cobre casas em ruínas formando verdejantes mantos sobre a silhueta urbana. As imagens criadas pela artista nos confrontam com a realidade de que a cultura humana inevitavelmente encontra sua origem e finitude nos ciclos naturais da vida orgânica. Casas que brotam são ao mesmo tempo saturadas de melancólica decadência e de potência de nova vida. Mais importante que a ideia de finitude e de ruína, como revela Marcia, é “a persistência da vida, que germina e verdeja, que fabrica a si mesma incessantemente, que cresce e prolifera e cobre o abandono com um mar de folhas”.

Silvana Macedo | Curadora

E-BOOK DA EXPOSIÇÃO

O e-book produzido pela artista, tem projeto gráfico de Marcia Sousa e Alecxandro Nascimento e foi publicado pela Editora Desvios Gráficos | 2021.
Projeto artístico de Marcia Sousa, curadoria e texto de Silvana Macêdo e fotografias de Alecxandro Nascimento.
Marcia Sousa gentilmente disponibilizou a publicação, que pode ser acessada na sua plataforma ISSUU, ao clicar na imagem acima.

VEJA MAIS

COMPARTILHE ESTE POST: