M ar, de Daniela Vicentini

Daniela Vicentini vislumbra a paisagem com aquarelas e feltragens.

A Fundação Cultural Badesc abriu na quinta-feira, 31 de julho, às 19 horas, a exposição M ar, de Daniela Vicentini, selecionada pelo edital da casa para o Espaço Fernando Beck.

A artista apresenta aquarelas e trabalhos tridimensionais feitos com feltragem artesanal. O título da exposição M ar indica um espaço entre. Entre a paisagem e a possibilidade de (re)apresentação por meio das técnicas da aquarela e da feltragem.

As aquarelas são feitas por meio da observação direta de Daniela sobre a paisagem. Atenta à passagem do tempo, ao clima, faz parte do seu processo rever e pintar outra vez um mesmo motivo. Por isso, o trabalho é feito em várias folhas de papel e por sobreposições de pinceladas feitas em diferentes dias. Outras aquarelas nascem como réstias de memórias da observação de algo.

As feltragens ganham o espaço tridimensional, mas mantém diálogo com as cores, a atmosfera e a leveza das aquarelas.

A ARTISTA

Daniela Vicentini fez pintura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, em Curitiba. Estudou a obra de Waltercio Caldas no mestrado em História Social da Cultura, pela PUC-Rio. Realiza curadorias e escreve textos para catálogos e livros de artistas. É uma das vencedoras do prêmio editorial Iberê Camargo e junto com outros dois autores publicou Tríptico para Iberê (Cosac Naify, 2010).

Em parceria com Fernando Burjato, é autora de Arte Brasileira nos Acervos de Curitiba (Segesta, 2010). Desde 2009, tem se voltado à prática artística, com aquarelas e feltragens artesanais. Esta é a primeira vez que mostra sua produção artística ao público. Vive em Florianópolis desde 2007.

O quê: abertura da exposição M ar, de Daniela Vicentini. Quando: Visitação até 21 de agosto, de segunda a sexta, das 12h às 19h. Onde: Fundação Cultural Badesc. Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis, fone 3224-8846. Quanto: gratuito.

Compartilhe este post: