Exposição Manual de Sobrevivência

Na quinta-feira (21/07), às 19h será realizado no Espaço Fernando Beck, na Fundação Cultural Badesc, o coquetel de abertura da exposição o Manual de Sobrevivência, de Sheila Ortega. A exposição é uma série de trabalhos da artista que busca uma reflexão sobre o espaço que os objetos ocupam no mundo, tanto do ponto de vista da arquitetura e espacialidade (seu caráter material), quanto da subjetividade, memória e tempo (imaterial).

“Busco discutir como nos apropriamos das coisas do mundo, trazendo à tona seus vários sentidos, revelando possibilidades de manipulação e combinações. As relações entre os elementos que constituem o trabalho se dão por meio de dois vieses: a construção de um cenário afetivo entre os elementos e a construção com objetos que não pertencem ao mesmo leque de utilidades ou ambientes”, declara a artista.

Sheila comenta que uma fração do ambiente doméstico é deslocada de sua situação original para adquirir um novo significado. Com isso, ações simples se transformam em operações repetidas e circunstâncias são desenvolvidas a partir do manuseio e envolvimento com o objeto em seus múltiplos sentidos. Sobressai a ideia de colecionar o que não se coleciona – a memória do acúmulo. “É diante dessas considerações que se abrem as perguntas: Por que nos afeiçoamos às coisas? Por que guardamos objetos e os acumulamos? Quais sentidos os objetos nos reservam? Por que guardamos tanta memória em forma de objetos? Quais são as memórias que dispomos para compor nossos ‘manuais de sobrevivências’?”.

Sheila Ortega é graduada em artes plásticas e mestre em artes visuais pelo Instituto de Artes da Unesp. Participou de exposições individuais e coletivas, em São Paulo e outros estados. Recebeu prêmios em 2016, no 14º Salão de Arte Contemporânea de Guarulhos e em 2015, no 47° SAC – Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba – Pinacoteca Municipal “Miguel Dutra”, Piracicaba / SP.

Serviço:

O que: Abertura da exposição Manual de Sobrevivência, de Sheila Ortega.

Quando: 21 de julho (quinta-feira), às 19h – visitação até 25 de agosto.

Onde: Fundação Cultural Badesc – Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis – Fone 3224-8846.

Quanto: Entrada gratuita

Compartilhe este post: