O Goio-En transbordou será lançado dia 8 de março na Fundação Cultural Badesc

o goi en transbordou capa

 

O documentário “O Goio-En transbordou”, dirigido pelos cineastas e jornalistas Cassemiro Vitorino e Ilka Goldschmidt, de Chapecó, será exibido no dia 8 de março, às 19h, no Cineclube da Fundação Cultural Badesc, com lançamento do DVD do filme. Depois da exibição, haverá debate com os realizadores. Em seus 70 minutos, o documentário apresenta 22 moradores e ex-moradores do Porto Goio-En, no oeste catarinense, que contam suas vivências naquele lugar que passou por diversas transformações ligadas às águas do rio Uruguai. Assim, o trabalho é um resgate da memória de uma região marcada por enchentes, como o da década de 60, quando o rio levou casas, animais, pertences e plantações. Um lugar impactado também pela chegada da Usina Foz do Chapecó, que mudou completamente o povoado e transformou para sempre a história daquele núcleo social.


“Era uma comunidade forte, que tinha nas barcas, que faziam as travessias no rio Uruguai, entre as cidades de Chapecó com Nonoai e Erechim, sua fonte de renda. Com as transformações, como a construção da ponte que liga Santa Catarina ao Rio Grande do Sul (1974) e as enchentes, o lugar foi perdendo seus moradores. Cabe lembrar que essas águas também traziam o desenvolvimento à região quando o rio Uruguai era utilizado pelos balseiros para o transporte de madeiras até a Argentina”, explica Cassemiro.
As gravações iniciaram em 2013 e exigiram mais de 30 horas. “Foi um privilégio para nós encontrar pessoas dispostas a contar um pouco da história que viveram no Porto Goio-En, das transformações do lugar, da vida em comunidade, das lembranças que ficaram dentro do rio”, afirmam os diretores. O público presente no lançamento na Fundação Cultural Badesc receberá um DVD gratuitamente.

Projeto premiado
O projeto O Goio-En transbordou foi contemplando pelo prêmio Elisabete Anderle de incentivo à cultura, na categoria patrimônio imaterial/2014. A Margot Produções, que assina esse projeto, também realizou vários filmes a partir de histórias do oeste catarinense, como “Celibato no Campo”, vencedor do Prêmio Catarinense de Cinema de 2008, e ‘Kiki – o ritual da resistência Kaingang”.

Ficha técnica:
Direção, roteiro e montagem: Cassemiro Vitorino e Ilka Goldschmidt
Assistente de direção: Adriane Canan
Produção: Ilka Goldschmidt
Direção de Fotografia: Cassemiro Vitorino
Câmeras: José Sergio Boita Jr. e Cassemiro Vitorino
Operador de microfone: Antônio Luiz Pellegrini
Finalização: Mário de Oliveira Júnior
Foto Still: Adriane Canan e Nicoly G. Vitorino
Acervo Fotográfico: Victorino Zolet
Trilha tema: O Porto – composição: Márcio Pazin e Capello Ca
Concepção de Arranjos: Márcio Pazin e Alex Martinez
Trilhas especialmente cedidas: Fúria das Águas – Composição: Arlindo Sander e Romeu Roque Hartmann. “Balseiro do Uruguai” – Composição: Marcio Hartmann, Michel Hartmann e Rogério Wink

Serviço:
O que: Exibição e lançamento do DVD do documentário “O Goio-En transbordou”, dirigido pelos cineastas e jornalistas Cassemiro Vitorino e Ilka Goldschmidt.

Quando:8 de março, terça-feira, às 19h
Local: Fundação Cultural Badesc – Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis – Fone: (48) 3224-8846
Quanto: Entrada gratuita

Compartilhe este post: