Cineclube maio

Confira nossa programação de cineclube do mês de maio.


Dia 3, Imagens Políticas

Em nome de Deus
(The Magdalene Sisters)
De Peter Mullan, 2002, Irlanda. 119min. Drama. 14 anos.
Com Eileen Walsh, Dorothy Duffy e Nora-Jane Noone.
Narra a história de jovens irlandesas rejeitadas pelas famílias e condenadas à clausura em um asilo católico.

Mediadora: Maria Brígida de Miranda, professora do departamento de artes cênicas, CEART (Udesc)


Dia 4, O filme que eu gostaria de ter feito

Paris, Texas
De Wim Wenders, Alemanha/França/Reino Unido/EUA, 1984. 147min. Drama. 12 anos.
Com Harry Dean Stanton, Nastassja Kinski e Dean Stockwell.
Um homem é encontrado exausto e sem memória em um deserto ao sul dos EUA. Aos poucos ele vai se recordando de sua vida, sendo acolhido pelo filho, irmão e cunhada.

Curadoria e Mediação: Zeca Pires

 


Dia 7, Cine Francês

Nas cordas
(Dans les cordes)
De Magaly Richard-Serrano, França, 2007. 93min. Drama. 12 anos.
Com Richard Anconina, Maria de Medeiros e Louise Szpindel.
Angie e Sandra são primas e foram criadas como irmãs. Apaixonadas por boxe, sempre treinaram juntas, mas aos 18 anos terão de se confrontar na final do campeonato francês.

 


Dia 8, ART 7

Casablanca
De Michael Curtis, EUA, 1942. 102min. Drama/Romance. Livre.
Com Humphrey Bogart, Ingrid Bergman e Paul Henreid.
A cidade de Casablanca é rota obrigatória para quem está fugindo dos nazistas na Segunda Guerra Mundial. Lá, Rick e Ilsa se reencontram, anos após terem se apaixonado e se perdido em Paris.

Mediação: Júlio de Queiroz, escritor, membro da Academia Catarinense de Letras


Dia 10, Cine Tibetano

Fogo sob a neve
(Fire under the snow)
De Makoto Sasa, EUA, 2008. 75min. Documentário. Sem classificação.
Um olhar sobre a vida do monge tibetano Palden Gyatso, que passou 33 anos na prisão quando seu país foi tomado pela China. O filme retrata a sobrevivência de uma mente e uma alma sob uma impensável coação.

 


Dia 11, Psicanálise vai ao cinema

As duas inglesas e o amor
(Les deux anglaises et le continent)
De François Truffaut, França, 1971. 130min. Drama/Romance. Classificação etária.
Com Jean-Pierre Léaud, Kiki Markham, Stacey Tendeter, Sylvia Marriott, Marie Mansart, Philippe Léotard.
Um triângulo amoroso complicado entre o francês Claude Roc e as irmãs inglesas Ann e Muriel Brown.

 


Dia 14, Cine Francês

Barakat!
De Djamila Sahraoui, França, 2006. 94min. Drama. 14 anos.
Com Fettouma Boumari, Rachida Brakni e Zahir Bouzrar.
Amel é médica de emergência em um hospital na Argélia durante a Guerra Civil (1991-2002). Uma noite, voltando para casa, constata que seu marido jornalista desapareceu.

Mediação: Cinthia Busato, psicanalista, e Clélia Mello, professora do curso de Cinema da UFSC

 


Dia 21, Cine Francês

No coração do Festival de Cannes
(Au coeur du festival)
De Gilles Jacob, França, 2004. 104min. Documentário. Livre.
Uma antologia dos grandes momentos do festival contada por seu presidente, Gilles Jacob.

 

 

 


Dia 22, ART 7

Nunca te vi, sempre te amei
(84 Charing Cross Road)
De David Hugh Jones, Reino Unido/EUA, 1987. 100min. Drama. 12 anos.
Com Anne Bancroft, Anthony Hopkins e Judi Dench.
A troca de cartas entre uma escritora americana mal-humorada e um discreto vendedor de livros inglês faz surgir entre eles uma amizade notável e duradoura.

Mediação: Celestino Sachet, escritor, professor e membro da Academia Catarinense de Letras


Dia 24, Brazuca Filmes

Edifício Master
De Eduardo Coutinho, RJ, 2002. 110min. Documentário. Livre.
Em um prédio de 12 andares e 276 apartamentos, 37 moradores contam suas histórias..

Curadoria e Mediação: Fernanda do Canto

 

 


Dia 25, Cinema, chá e cultura

Infâmia
(The children’s hour)
De William Wyler, EUA, 1961. 108min. Drama. 14 anos.
Com Audrey Hepburn, Shirley MacLaine e James Garner.
Uma estudante problemática acusa duas professoras de uma escola particular de manterem uma relação amorosa, provocando um escândalo na comunidade.

Mediação: Márcio Markendorf, doutor em literatura e professor no curso de cinema da UFSC


Dia 28, Cine Francês

Capitão Achab
(Capitaine Achab)
De Philippe Ramos, França, 2007. 100min. Drama. Livre.
Com Dominique Blanc, Bernard Blancan e Denis Lavant.
Inspirado no clássico literário Moby Dick, de Herman Meville, narra a história de um garoto que se transforma num temido capitão caçador de baleias.

 


Dia 29, Hispano Movies

Segunda-feira ao sol
(Los lunes al sol)
De Fernando León de Aranoa, Espanha, 2002. 113min. Drama. 14 anos.
Com Javier Bardem, Luis Tosar e José Ángel Egido.
O fechamento de um estaleiro deixa vários trabalhadores desempregados. Um grupo de ex-operários se reúne no bar Naval, onde compartilham frustrações e esperanças.

Curadoria e Mediação: Fernanda do Canto


Dia 30, Fotografia e Cinema

O Rock ‘n Roll exposto: a fotografia de Bob Gruen
(Rock ‘n Roll Exposed: the photography of Bob Gruen)
De Don Letts, Grã-Bretanha, 2010. 107min. Documentário. 14 anos.
A vida e a obra de Bob Gruen, um notável fotógrafo do mundo do rock ‘n roll.

 

 


Dia 31, Cine Alemão

Convite para dançar: corpo e tabu em Nairobi
(Einladung zum Tanz – Nairobi, Kenia: Körper und Tabus)
De Gerhard Schick, Alemanha/Quênia, 2006. 90min. Documentário. Sem classificação.
Em visita à Nairobi, a coreógrafa Gerda König vê o potencial das pessoas excluídas por tabus, como os deficientes físicos.

 

Compartilhe este post: